Rede aleluia
52 decisões certas de Neemias – 27ª semana
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 10 de julho de 2020 - 01:34


52 decisões certas de Neemias – 27ª semana

Não confesse fraqueza

52 decisões certas de Neemias – 27ª semana

“Então disse Judá: Já desfaleceram as forças dos carregadores, e o pó é muito, e nós não poderemos edificar o muro. Disseram, porém, os nossos inimigos: Nada saberão disto, nem verão, até que entremos no meio deles, e os matemos; assim faremos cessar a obra.” Neemias 4.11

O Bispo Júlio Freitas observa que quando a pessoa não está bem, espiritualmente, qualquer coisinha é pretexto para ela desistir.

Judá disse a Neemias que os carregadores estavam desanimados por causa do pó. Mas o pó, embora seja incômodo, é leve. “Mas quando a gente não está bem, espiritualmente, o leve se torna pesado, o fácil se torna difícil, o possível se torna impossível”, destaca o Bispo Júlio.

Não confesse suas fraquezas

Ele alerta que não podemos esquecer que os nossos inimigos estão ao nosso redor, torcendo para que confessemos as nossas fraquezas, como fez Judá. Segundo o Bispo Júlio, a força dos inimigos do povo de Deus está justamente em que você duvide da sua força, da sua capacidade, de que Deus é com você.

Então, mantenha a sua esperança, confiança e firmeza nEle, pois Deus sabe dos seus momentos difíceis, mas Ele está no controle de tudo, assim como estava no controle da reconstrução das muralhas de Jerusalém.

De acordo como o Bispo Júlio, “era isso que estava faltando aos homens de Judá, esse confiança de que Deus era com eles. Apesar de ser muito pó, de haver dificuldade para respirar, para enxergar, Deus estava no controle daquela obra. Aquelas muralhas estavam sendo reconstruídas, não para a glória de Neemias, mas para a glória do Deus de Israel”.

Leia também:

52 decisões certas de Neemias – 26ª semana

A pior morte é a espiritual

Então, por mais difícil que esteja sendo para você os últimos meses, essa pandemia, o isolamento social, as dificuldades financeiras, perseguições, não confesse a sua fraqueza. Seja forte!

Porque, a exemplo dos inimigos de Israel, o diabo tem se aproveitado da  fraqueza de muitas pessoas para entrar na vida delas, por meio de pessoas mal intencionadas, murmuradoras, que se utilizam até da Palavra de Deus para minar a fé delas e matá-las espiritualmente.

“A pior morte é a espiritual. Que é quando você abre mão da sua fé, dos bons olhos, dos princípios como o temor a Deus, a gratidão, a perseverança, a sinceridade, a simplicidade. O diabo sabe que não pode lhe tocar, então, ele vai usar pessoas, situações, vai se aproveitar das circunstâncias para você cair em tentação e depois que se sinta acusado, se condene, saia da igreja, negue a fé e duvide da Palavra de Deus”, alerta o Bispo Júlio.

E aconselha: “Por mais que esteja difícil, aguente firme, pois Deus está contigo. Não deixe que nada venha cessar a obra de Deus na sua vida”.

Acompanhe o vídeo da 27ª semana na íntegra:


52 decisões certas de Neemias – 27ª semana
  • Jeane Vidal / Foto: Getty Images 


reportar erro