Rede aleluia
52 decisões certas de Neemias – 22ª semana
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 3 de junho de 2020 - 00:44


52 decisões certas de Neemias – 22ª semana

Não dê credibilidade às palavras negativas

52 decisões certas de Neemias – 22ª semana

“E falou na presença de seus irmãos, e do exército de Samaria, e disse: Que fazem estes fracos judeus? Permitir-se-lhes-á isto? Sacrificarão? Acabá-lo-ão num só dia? Vivificarão dos montões do pó as pedras que foram queimadas?” Neemias 4.2

A primeira pergunta de Sambalate mostra claramente o desprezo que ele sentia pelo povo judeu. Suas palavras tinham o objetivo de causar em Neemias desânimo a ponto de fazê-lo desistir e chegar à conclusão de que seu esforço não valeria a pena.

O Bispo Júlio Freitas destaca que as pessoas ingratas se incomodam quando veem naqueles que creem no Deus da Bíblia, disposição para obedecê-lO.

O fim daqueles que desprezam a Deus

“Sambalate, Gesém e Tobias ignoraram o Deus de Neemias, o Deus Todo-Poderoso e o resultado foi a derrota, a humilhação, a vergonha deles para sempre. Assim é a vida daqueles que se recusam obedecer, sacrificar, confiar e fazer o que está ao seu alcance, a fim de que Deus faça o que está fora do nosso. O fim deles foi muito triste, ultrajante, porque, na verdade, eles desprezaram a Deus”, explicou o Bispo.

Segundo ele, o mesmo acontece nos dias de hoje: “Quantas pessoas estão incomodadas, dizendo que você é fraco, quando você é forte; que você não pode, quando pode, sim, ter muito mais do que é capaz até de imaginar e desejar, porque essa é a promessa de Deus!”, afirmou o Bispo.

Leia também:

21ª semana – 52 decisões certas de Neemias

20ª semana – 52 decisões certas de Neemias

Faça o contrário do que os incrédulos pensam a seu respeito

Por mais que os incrédulos, as notícias, as circunstâncias, os sentimentos falem, a decisão do forte é crer, obedecer e confiar na Palavra de Deus. Foi o que Neemias fez. Ele não se deixou abater, porque dentro dele havia uma força que o impulsionava a lutar pela reconstrução de Jerusalém.

“Eles falavam uma coisa e Neemias pensava, falava e fazia o contrário”, observou o Bispo.

“Portanto, se você, realmente, quer reconstruir a sua vida, realizar os seus sonhos e que Deus cumpra com as promessas dEle na sua vida, tem que pensar, falar e fazer, justamente, o contrário do que os que não creem dizem a seu respeito, porque foi isso que fez Neemias”, aconselhou.

Acompanhe abaixo o vídeo da 22ª semana na íntegra:


52 decisões certas de Neemias – 22ª semana
  • Jeane Vidal / Foto: Getty Images 


reportar erro