Rede aleluia
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 25 de fevereiro de 2019 - 11:25


1º de março: Vigília do Primeiro Amor

Uma oportunidade para retornar à prática das primeiras obras e restabelecer a sua comunhão com Deus

Infelizmente, não são poucos os cristãos que ficam ansiosos para alcançar as promessas contidas na Palavra de Deus e acabam deixando em segundo plano o mais importante: a Salvação da alma.

É errado, então, lutar para conquistar bens materiais, buscar conhecimento, especialização e qualificação profissional, preocupar-se com a família ou reservar um tempo para viajar e se divertir? A resposta é não! Aliás, tudo isso é consequência de uma dessas promessas, como está escrito:

“Não andeis, pois, inquietos, dizendo: Que comeremos, ou que beberemos, ou com que nos vestiremos? (Porque todas estas coisas os gentios procuram). De certo vosso Pai celestial bem sabe que necessitais de todas estas coisas; Mas, buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas.” Mateus 6.31-33

O Espírito Santo precisa ser prioridade

Assim, o erro está em priorizar qualquer outra coisa que não seja a própria Salvação, que está intimamente ligada à comunhão com Deus, à manutenção do primeiro amor. Este, porém, só pode ser mantido por meio de uma entrega diária. Nada pode ser mais importante do que manter dentro de si o Espírito Santo.

O rei Salomão é um exemplo de alguém que um dia foi cheio do Espírito Santo, mas, por ter negligenciado a vida espiritual e deixado de lado o primeiro amor, perdeu o temor a Deus. A consequência disso foi a sua completa ruína.

Enquanto ele mantinha o primeiro amor, o Senhor lhe concedeu sabedoria e riquezas. Todavia, quando o abandonou, perdeu tudo: riqueza, glória e, sobretudo, a Salvação.

É isso o que acontece com todos aqueles que viram as costas para o Espírito Santo.

Leia também: Três passos para voltar ao primeiro amor

O que nos sustenta

Quando a pessoa abandona o primeiro amor, tudo o que faz dá errado. Embora confesse a fé no Senhor Jesus e vá à igreja, é tudo em vão, pois sem a prática do primeiro amor, ela fica perdida, sem direção.

De acordo com o Bispo Edir Macedo, é o primeiro amor que nos sustenta e nos dá condições de prever o mal e fugir dele.

Ele afirma ainda que “somente o Espírito de Deus pode nos direcionar e nos convencer a ouvir e a obedecer à Sua Palavra, vivendo uma vida disciplinada e ética. Somente com Ele é possível conservar o primeiro amor e, consequentemente, a Salvação”.

Reacenda a chama do Primeiro Amor

Talvez, quando você chegou à igreja e teve um Encontro com Deus jejuava, orava, meditava na Palavra de Deus, estava constantemente buscando o Espírito Santo, porque queria recebê-lO acima de tudo.

Contudo, o tempo passou e você começou a ocupar o seu tempo com outras coisas. Os muitos afazeres acabaram lhe distanciando daquele primeiro amor, das primeiras obras e, hoje, você está frio, porque não vive mais essa comunhão com Deus que tinha no início.

Mas, ainda é tempo de reacender dentro de si a chama do primeiro amor.

No dia 1º de março, às 22h30, no Templo de Salomão, em São Paulo, e em todo o Brasil, será realizada a “Vigília do Primeiro Amor”, na qual você terá a oportunidade de um avivamento espiritual e, consequentemente, voltar à prática das primeiras obras.

“Sem lenha o fogo se apaga. E se você percebe que o fogo do Espírito Santo está se apagando, é porque, simplesmente, ela deixou de ser alimentada. Então, a vigília do primeiro amor será a oportunidade pra você buscar esse combustível que vai reacender a chama ou mantê-la acesa.  Pois a vigília é tanto para quem permanece no primeiro amor, como para aqueles que estão perdendo e também para aqueles que já perderam”, acrescentou o Bispo Renato Cardoso.

Jejum do Espírito Santo

Inclusive, nesta quinta-feira, dia 28, um dia antes da vigília, começará o jejum do Espírito Santo. Serão sete dias de santificação em que, além do jejum de alimentos, todos os que almejam estreitar seu relacionamento com Deus, irão se dedicar mais às atividades espirituais como a leitura e meditação na Palavra de Deus e orações.  E participar da Vigília do Primeiro Amor será crucial nesse processo.

Uma questão de vida ou morte

Portanto, se de fato você quer restabelecer a sua comunhão com Deus e conquistar a eternidade com Ele, não falte.

Não encare isso como uma opção, pois não é. É uma questão de vida ou morte. Vida eterna ou morte eterna. Conforme o Senhor Jesus adverte em Apocalipse 2.5:

 “Tenho, porém, contra ti que deixaste o teu primeiro amor. Lembra-te, pois, de onde caíste, e arrepende-te, e pratica as primeiras obras; quando não, brevemente a ti virei, e tirarei do seu lugar o teu castiçal, se não te arrependeres.”

Assista ao vídeo abaixo:

O Templo de Salomão está localizado na Avenida Celso Garcia, 605, no bairro do Brás, zona leste da capital paulista. Para verificar o endereço de uma Universal mais próxima de sua casa, consulte aqui.


  • Jeane Vidal / Foto: Reprodução e Istock 


reportar erro