Três passos para voltar ao primeiro amor

Bispo Renato Cardoso ensina como resgatar a essência do início da trajetória cristã. Saiba mais


Por Rafaela Dias / Fotos: Marcelo Alves

O início de um relacionamento é sempre muito empolgante. Flores, chocolates, declarações e um esforço, às vezes, fora do normal, para passar o máximo de tempo com a pessoa amada. Toda essa dedicação, no entanto, com o passar do tempo, tende a diminuir, dando espaço à monotonia do cotidiano. E se o cristão não cuidar, de maneira idêntica acontece no relacionamento com Deus.

Foi sobre isso que o Bispo Renato Cardoso falou, no último domingo (6), em uma reunião especial com os servos de Deus, no Templo de Salomão. O encontro foi transmitido por videoconferência para todo o Brasil.

O primeiro amor

“Tenho, porém, contra ti que deixaste o teu primeiro amor.”  Apocalipse 2:4

O Bispo Renato discorreu sobre o primeiro amor e como ele deve ser resgatado na vida com Deus. Para exemplificar, ele traçou um paralelo entre um casamento e o relacionamento com o Altíssimo. De acordo com o Bispo, assim como em um início  de namoro, as pessoas fazem de tudo para agradar a pessoa amada, o mesmo acontece entre a pessoa e Deus. Entretanto, muitos têm abandonado a essência do início da caminhada cristã. E essa foi a queixa do Senhor no versículo acima.

“Quando eu conheci Jesus, por exemplo, não queria parar de ler a Bíblia, ficava todos os dias que eu pudesse na igreja. Quando não tinha aula, ia direto à igreja. No primeiro amor, temos a consciência de ganhar almas. Não precisa que ninguém nos cobre. Quando estamos no primeiro amor, há zelo pela casa de Deus”, pontuou o Bispo.

Contudo, o que antes era primordial na vida cristã, para muitos, passou a ser apenas um momento qualquer. O desejo de salvar deu lugar à preguiça. As idas à igreja já não são mais constantes. A leitura da Bíblia se tornou raridade. Enfim, a pessoa caiu num comodismo espiritual. Diante disso, a pergunta que fica é: como voltar ao primeiro amor? Confira abaixo três passos ensinados pelo Bispo durante a reunião:

1 – Lembrar-se

“Lembra-te, pois, de onde caíste {…}” Apocalipse 2:5

Para voltar às práticas das primeiras obras, é fundamental que o servo do Altíssimo lembre-se como agia quando estava em seu primeiro amor. Para isso, você deve pegar uma folha e escrever como você era e o que fazia. Se você lia mais a Bíblia e hoje não lê tanto assim, coloque nesta folha. Agora, se você não consegue se lembrar de nada, é porque nunca esteve no primeiro amor e isso quer dizer que você nunca conheceu Jesus.

2 – Arrepender-se

“{…} e arrepende-te {…}  Apocalipse 2:5

Depois de identificar as obras que foram esquecidas com o tempo, o servo de Deus deve se arrepender. Não é chorar. É mudar. É confessar que tem sido desleixado e começar a fazer o contrário.

3- Praticar

“{…} e pratica as primeiras obras {…} Apocalipse 2:5

Contudo, o arrependimento apenas será válido se for seguido de atitudes. Você deve voltar a praticar o que fazia no início, quando nada era um fardo, por mais que fosse cansativo. Se você permanecer no primeiro amor, você nunca vai cair.

O projeto Gadareno

Ainda no encontro, o Bispo consagrou todos os novos batizados com o Espírito Santo. Desde julho de 2018, Bispos, Pastores, obreiros e todos os servos de Deus, batizados com o Espírito Santo, têm se dedicado a acompanhar a evolução espiritual de pessoas recém convertidas à fé.

O projeto teve inspiração na passagem descrita no livro de Marcos, no capítulo 5, logo no primeiro versículo, onde Jesus cruzou o mar e chegou à província dos gadarenos. Lá, ele encontrou um jovem endemoninhado e o libertou.

“E, saindo ele do barco, lhe saiu logo ao seu encontro, dos sepulcros, um homem com espírito imundo;  {…} E, saindo aqueles espíritos imundos, entraram nos porcos; e a manada se precipitou por um despenhadeiro no mar (eram quase dois mil), e afogaram-se no mar.”Marcos 5:2 e 13

A importância dos cuidados e ensinamentos

Da mesma forma, os servos de Deus se empenharam, durante seis meses, a ajudar outras pessoas a receber o Espírito Santo. Como aconteceu com a vendedora Thaiane Alves Cordeiro Sonna, de 23 anos. Ela foi acompanhada pela obreira Daniele Machado dos Santos, de 41 anos.

Thaiane não acreditava em Deus. Chegou ao Templo de Salomão desacreditada da vida, por causa de problemas que a perseguia desde muito nova. “Eu sempre tive uma vida de tristeza e sofrimento. Desde muito nova presenciei brigas dentro de casa. Esse vazio se estendeu a minha adolescência e eu comecei a frequentar baladas e a usar drogas”, lembra a jovem.

Ela ficou seis meses frequentando as reuniões do Templo de Salomão, mas não conseguia se entregar a Deus. Nesse ínterim, conheceu Daniele. “Eu queria buscar a Deus, mas não tinha força, pois vivia um inferno dentro de casa. Nessa situação conheci a Dani. Ela veio até mim, me trouxe para perto e começou a me ajudar. Sempre com uma palavra e uma oração. Lembro como hoje a nossa principal conversa que ela se dispôs a me ajudar espiritualmente. Naquele dia eu percebi o quando eu precisava de Deus”, recordou ela.

“Hoje sou uma nova pessoa”

Depois de todos os cuidados e ensinamentos, Thaiane hoje é uma pessoa completamente diferente. Casou-se, vive feliz e realizada, não tem mais vícios em drogas, seu esposo a acompanha nas reuniões do Templo de Salomão e, sobretudo, a jovem encontrou a paz que vem do Espírito Santo.

“Hoje sou uma pessoa muito mais calma, tranquila e paciente. Hoje sei confiar em Deus, deixar Ele ir adiante tomando conta de tudo. Tenho um casamento abençoado, minhas mágoas e tristeza desapareceram com o vazio e a solidão. O Espírito Santo me preencheu. Hoje sou uma nova pessoa”, comemorou.

Daniele, por sua vez, se sente honrada em saber que contribuiu para a mudança da amiga. “Eu me sinto feliz por, de alguma maneira, ter colaborado para o Reino de Deus. Essa é uma das minhas maiores alegrias. Um dia eu vivia na escuridão e hoje eu posso levar alguém conhecer a Deus. Para mim, é muito gratificante”, festejou.

O Bispo Renato ainda pontuou que todas as pessoas que receberam o Espírito Santo, agora precisam retribuir o que lhes foi feito. “Como retribuir? Ganhando outras almas. Você pode escolher alguém que chegou à igreja e ajudá-la a receber o Espírito Santo”, concluiu o Bispo.

ler mais
Notícias relacionadas
Reportar erro

comentários

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Três passos para voltar ao primeiro amor

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Fake news

Você sabe de alguma notícia falsa que tem circulado na internet sobre a igreja Universal? Relate aqui o caso que iremos trazer toda a verdade no site Mitos e Verdades

Formulário de Denúncia

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Expediente

Editora Executiva:

Cinthia Meibach

Coordenadora de Conteúdo:

Ivonete Soares

Repórteres:

Andre Batista, Daniel Cruz, Débora Picelli, Jeane Vidal, Michele Roza, Rafaella Rizzo, Sabrina Marques, Rafaela Dias



E-mail para Contato: redacao@sp.universal.org.br

Telefone:(11) 2392-3372

Endereço Rua João Boemer, 254 - Brás, São Paulo

Cep: 03018-000

Free WordPress Themes, Free Android Games