Programa social doa comida a um presídio de Madagascar

Os reclusos do local se alimentam apenas com mandioca seca. Veja como foi



Por Da Redação / Fotos: Cedidas

No dia em que se comemorou a Independência de Madagascar, em 26 de junho último, o programa social Universal nos Presídios (UNP) promoveu uma ação especial para detentos do país africano. Na ocasião, doou mais de uma tonelada de alimentos para os encarcerados do Presídio Central de Antananarivo, capital do país, que serve apenas mandioca seca, em uma única refeição diária.

O evento contou com a presença dos administradores da penitenciária, bem como do Pastor Miguel Mafumisse, responsável pelo trabalho da Universal de Madagascar.

Na ocasião, foram doados 490 kg de carne, uma tonelada de arroz, 50 caixas de sabão, 30 caixas de macarrão instantâneo e 100 litros de óleo de cozinha.

De acordo com o Pastor Arlindo Fernando Matimbe, responsável pelo grupo UNP em Madagascar, há muita miséria nesse presídio. São mais de 3 mil presos que recebem apenas uma refeição diária: um prato com 300g de mandioca seca.

“A realidade é muito triste. Precisamos ajudar esses presos. Com fome, eles não terão forças para se reintegrar à sociedade, quando forem soltos”, explica, acrescentando que, desnutridos e fracos, os detentos também podem contrair doenças, como a tuberculose e a malária.

Ações constantes

A UNP existe desde 2014 no país. Apenas neste semestre, mais de 8 mil detentos da ilha africana foram beneficiados com doações de alimentos, roupas e kits de higiene pessoal.

O Presídio Central de Antananarivo é muito antigo e as instalações são precárias, tendo capacidade para 1.000 detentos, distribuídos em alas masculina, feminina e para menores. Hoje, os encarcerados no local ultrapassam 3.000 no total.

“Existem celas com 120 presos. Muitos dormem no chão. Durante à noite, toca-se um alarme para que todos possam mudar de posição, tamanho o aperto no local”, conta o Pastor Arlindo.

A realidade do país

O Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) de Madagascar é muito baixo: no ranking de 188 países, ele aparece em 154° lugar, segundo a Organização da Nações Unidas (ONU).

A pobreza da população é um dos problemas mais graves do país africano. Fora da capital, falta água tratada, energia elétrica e rede de esgotos. Apesar do solo rico e fértil e da natureza privilegiada, Madagascar é um dos países mais pobres do mundo.

Saiba mais sobre a Universal nos Presídios

O programa social existe há mais de 30 anos e desenvolve trabalhos em 1.299 unidades prisionais em todo o Brasil. Mais de 500 mil detentos e os familiares deles, agentes penitenciários e demais funcionários recebem amparo do grupo.

São oferecidos cursos profissionalizantes, atendimento médico, odontológico e jurídico, café da manhã na porta das unidades para os familiares que visitam os presos, cestas básicas, livros e informativos. O objetivo é ressocializar os detentos. Com o conhecimento adquirido nos cursos, palestras e reuniões, quando livres, podem se reintegrar à família e à sociedade, diminuindo, assim, o índice de criminalidade.

No ano passado, mais de 6 mil egressos do sistema prisional foram ressocializados pela Universal nos Presídios. Quer saber mais sobre o grupo? Acesse e curta a página oficial no Facebook, clicando aqui.

ler mais
Reportar erro

comentários

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Programa social doa comida a um presídio de Madagascar

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Fake news

Você sabe de alguma notícia falsa que tem circulado na internet sobre a igreja Universal? Relate aqui o caso que iremos trazer toda a verdade no site Mitos e Verdades

Formulário de Denúncia

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Expediente

Editora Executiva:

Cinthia Meibach

Coordenadora de Conteúdo:

Ivonete Soares

Repórteres:

Andre Batista, Daniel Cruz, Débora Picelli, Jeane Vidal, Michele Roza, Rafaella Rizzo, Sabrina Marques, Rafaela Dias



E-mail para Contato: redacao@sp.universal.org.br

Telefone:(11) 2392-3372

Endereço Rua João Boemer, 254 - Brás, São Paulo

Cep: 03018-000

Free WordPress Themes, Free Android Games