Rede aleluia
Por que o Cenáculo?
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCaraguatatubaCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Bispo Macedo | 25 de Julho de 2014 - 06:21


Por que o Cenáculo?

Por que o Cenáculo?



Algumas pessoas nos perguntam por que a Universal construiu um monumento parecido com a mesquita de Omar, um símbolo do islamismo.
Não é a nossa intenção levantar nenhum monumento a nenhuma religião. Toda a estrutura da réplica do Templo de Salomão em São Paulo é para que as pessoas possam voltar aos tempos bíblicos e absorver a fé pura, sem a contaminação religiosa, que atrai a Deus e traz resultados. O Templo será aberto a todos os povos de qualquer religião. Será para aqueles que desejam ter um encontro com o Altíssimo. O Deus de Abraão, Isaque e Israel.
Todas as vezes que nos deparamos com uma foto panorâmica de Jerusalém, os nossos olhos são levados a focar no domo dourado que se destaca dentre as casas e muralhas construídas ali.
Mas aquela mesquita pouco tem a ver com a verdadeira história do que realmente aconteceu naquele lugar. Mais precisamente, embaixo daquela mesquita.
Ali se encontra o Monte Moriá. O lugar onde Deus colocou Abraão à prova e jurou por Si Mesmo que o multiplicaria e abençoaria a sua descendência.
…Jurei, por Mim Mesmo, diz o Senhor, porquanto fizeste isso e não Me negaste o teu único filho, que deveras te abençoarei e certamente multiplicarei a tua descendência como as estrelas dos céus e como a areia na praia do mar… Gênesis 22.16,17
Anos mais tarde, Davi também sacrificou em um terreno que estava em cima do Monte.
Tudo isto, ó rei, Araúna oferece ao rei; e ajuntou: Que o Senhor, teu Deus, te seja propício. Porém o rei disse a Araúna: Não, mas eu to comprarei pelo devido preço, porque não oferecerei ao Senhor, meu Deus, holocaustos que não me custem nada. Assim, Davi comprou a eira e pelos bois pagos cinquenta siclos de prata. E edificou ali Davi ao Senhor um altar e apresentou holocaustos e ofertas pacíficas. Assim, o Senhor Se tornou favorável para com a terra, e a praga cessou de sobre Israel. 2 Samuel 24.23-25
Salomão construiu o Primeiro Templo, e ao dedicá-lo a Deus, ofereceu ali sacrifícios ao Senhor.
Então, o rei e todo o povo ofereceram sacrifícios diante do Senhor. Ofereceu o rei Salomão em sacrifício vinte e dois mil bois e cento e vinte mil ovelhas. Assim, o rei e todo o povo consagraram a Casa de Deus. 2 Crônicas 7.4-6
A decadência de Israel também começou naquele lugar, quando eles deixaram de honrar a Deus com seus sacrifícios. Jerusalém foi saqueada, o Templo destruído e o povo levado cativo para a Babilônia. 2 Reis 25
Zorobabel, guiado por Deus, retorna a Jerusalém e, juntamente com outros homens, levanta o Altar que tinha sido destruído e ergue mais uma vez o Templo, sacrificando a Deus.
O Senhor despertou o espírito de Zorobabel, filho de Salatiel, governador de Judá, e o espírito de Josué, filho de Jozadaque, sumo sacerdote, e o espírito do resto de todo o povo; eles vieram e se puseram ao trabalho na Casa do Senhor dos Exércitos, seu Deus… Ageu 1.14
O Senhor Jesus honrou o Templo e expulsou os cambistas que estavam usurpando do espaço sagrado para interesses próprios.
Depois, entrando no Templo, expulsou os que ali vendiam, dizendo-lhes: Está escrito: A Minha Casa será chamada Casa de oração. Mas vós a transformastes em covil de salteadores. Lucas 19.45,46
Veja que uma série de eventos aconteceu ali naquele local. Não temos como citar todos aqui, mas, verdadeiramente, podemos aprender muito com todos esses acontecimentos que ficaram registrados na Bíblia.
Quando as pessoas visitarem o Cenáculo no Templo, poderão então entender que a verdadeira história do povo de Israel não está relacionada ao domo dourado, mas sim, ao que está embaixo dele.
Portanto, a figura redonda do Cenáculo remete para um monte, o Monte Moriá, assim como o Templo remete para o Templo original e a composição geral para a Cidade de Jerusalém.
E é exatamente o que propomos neste local.
Quando as pessoas descerem ali poderão voltar ao tempo e absorver em cada detalhe dos elementos do Templo a essência da fé genuína, pura e agradável a Deus. A fé do Sacrifício.


reportar erro