Rede aleluia
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Bispo Macedo | 17 de setembro de 2012 - 08:38


O Espírito da Promessa



Por ordem Divina, Moisés transferiu para Josué a responsabilidade de conduzir os filhos de Israel à Terra Prometida.
Porém, a morte de Moisés abateu Josué. O Senhor, então, teve de intervir e animá-lo para tal missão.
“… dispõe-te, agora, passa este Jordão, tu e todo este povo, à terra que Eu dou aos filhos de Israel.” Josué 1.2
Em outras palavras: tenha disposição já e possua a Terra Prometida.
O que isso tem a ver com os seguidores do Senhor Jesus, o Novo Israel, nos dias atuais?
Os filhos de Israel tinham sido livres da escravidão egípcia e traziam consigo a ideia fixa na promessa de Deus de “fazê-los subir daquela terra para uma terra boa e ampla, terra que mana leite e mel.” Êxodo 3.8.
Movidos pela força dessa Promessa, eles saíram pelo deserto. Não havia qualquer garantia palpável que lhes desse certeza do cumprimento disso.
De fato, a Promessa que saíra da boca de Deus os convencia dessa realidade, até então invisível.
Mas agora, diante da Terra Prometida, Moisés estava morto.
O líder estava morto, mas o Espírito da Promessa, não.
O Espírito da Promessa não morre nem revoga Sua Palavra.
Esse é o Espírito da fé cristã.
O Espírito da Promessa testifica com o nosso espírito que Sua Palavra se cumprirá.
Essa pérola de revelação não combina com porcos, muito menos a santidade da Palavra com os cães. Mateus 7.6

Porém, os guiados pelo Espírito, que não veem e creem, a exemplo de Josué e Calebe, tomam posse da Promessa.
Éramos escravos dos vícios e complexos, da depressão, do medo, da dúvida, das religiões tanto quanto os hebreus no Egito. E como eles foram livres e guiados pelo Espírito da Promessa para uma terra boa e ampla, terra que mana leite e mel, também nós os seguidores do Senhor Jesus.
Se eles, povo de dura cerviz, alcançaram a promessa, por que os resgatados pelo sangue do Filho de Deus e selados com o Espírito da Promessa não têm o mesmo direito a sua terra que mana leite e mel?
Não seria essa terra boa e ampla, terra que mana leite e mel a vida abundante prometida pelo Senhor Jesus?
Então, “eia! Subamos e possuamos a terra, porque, certamente, prevaleceremos contra ela!” Números 13.30
[nggallery id=22 template=galleryview images=0]


reportar erro