Rede aleluia
O Chamado da Cruz
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Bispo Macedo | 4 de fevereiro de 2020 - 00:01


O Chamado da Cruz

“Se és Filho de Deus, desce da cruz...”

O Chamado da Cruz

“Já estou crucificado com Cristo; e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim; e a vida que agora vivo na carne, vivo-a pela fé do Filho de Deus, O qual me amou, e Se entregou a Si mesmo por mim.” Gálatas 2.20

Quem vive pela fé no Senhor Jesus e entregou a sua vida no Altar, mostra que aceitou “subir na Cruz” e ali morrer para este mundo, para seus sonhos e desejos, a fim de viver uma vida de sacrifícios e servir somente Aquele que o salvou.

Sendo assim, decide permanecer na Cruz até o último dia da sua vida, para após a sua morte poder assentar-se no trono celestial com Cristo (Apocalipse 3.21).

Hoje, vemos muitos que um dia disseram “eis-me aqui” ao chamado da Cruz, abriram mão de tudo para servir e adotaram uma vida de sacrifícios, porém, após algum tempo, ouvindo os apelos do diabo – da mesma forma como os fariseus fizeram com Jesus: “Se és Filho de Deus, desce da cruz.” (Mateus 27.40) –, decidem negar o seu chamado e atendem ao pedido para descer da cruz.

Estes querem assentar-se no trono deste mundo e, por isso, desprezam a misericórdia do Altíssimo e o alto privilégio de O servir.

Infelizmente, quem quiser assentar-se no trono em vida, sofrerá pela eternidade. No entanto, aqueles que permanecerem na Cruz por alguns poucos anos de vida que lhes restam, terão direito ao trono por toda eternidade.

Deus os abençoe!


  • Colaborador: 

  • Pastor Paulo Cezar Mendes


reportar erro