Rede aleluia
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Bispo Macedo | 4 de dezembro de 2018 - 00:03


Maioral dos deuses

Nas línguas semitas, como o hebraico, a palavra “Baal” quer dizer maioral, dono, senhor, mestre, cabeça, e no hebraico moderno também significa marido.

Assim, podemos compreender que o desafio de Elias não foi apenas a um deus falso, um ídolo dentre outros, pois Baal era o maioral dos deuses, o cabeça, o alfa dominante a quem eram oferecidos os maiores sacrifícios. Baal era considerado o superior entre todos os ídolos da época.

Portanto, deste ponto de vista, o desafio de Elias se torna ainda mais relevante, já que havia todo um culto organizado com sacerdotisas a Baal.

Mas, Elias, sendo apenas um, desafia o “maioral” (Baal), dizendo: “Se Baal é Deus, segui-o, mas se Elohim (o Deus a quem todas as coisas se submetem, esta é a raiz de Elohim) é Deus, segui-O!” (1 Reis 18.21)

A resposta veio em seguida à falta de resposta de um ídolo que não era deus, mas o Senhor respondeu com fogo (o elemento presente em todos os sacrifícios, pois quando o fogo aparecia do nada, sem que o homem o houvesse acendido, era porque algo sobrenatural estava acontecendo), provando que Ele sim é Deus – o Verdadeiro Maioral.

Essa Fogueira Santa na fé de Elias hoje é de igual modo um desafio, o Maioral Deus de Israel vai descer fogo na vida daqueles que rejeitam os Baalim (maiorais) deste mundo para confiar suas vidas ao Senhor de todas as coisas.

Deus os abençoe!


reportar erro