Rede aleluia
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Bispo Macedo | 22 de fevereiro de 2020 - 00:01


Filhos da carne

Não há como alguém fingir ter o Espírito Santo...

Portanto, os que estão na carne não podem agradar a Deus. Vós, porém, não estais na carne, mas no Espírito, se é que o Espírito de Deus habita em vós. Mas, se alguém não tem o Espírito de Cristo, esse tal não é dEle. Romanos 8.8,9

Paulo sabia que no meio dos novos cristãos romanos havia muitos que tinham aceitado Jesus como Salvador, mas não como Senhor.

Quer dizer, tinham aceitado a fé cristã, mas não tinham se rendido à mesma fé.

Apesar de se identificarem com os novos cristãos verdadeiros, ainda assim, eram carnais como outrora.

É o que tem acontecido com a maioria dos crentes: aceitam Jesus, mas não se entregam para Ele.

Razão pela qual são impedidos de receber o Espírito Santo.

Ficam anos na igreja, recebem vasto conhecimento da Palavra, conhecem os oráculos de Deus, mas não os praticam. São filhos da carne.

Na sua carta aos cristãos romanos, o apóstolo deixa bem claro que quem não tem o Espírito de Deus não pertence a Ele.

Pode até ser fiel na igreja e andar de acordo com os costumes religiosos, mas se não tem o Espírito do Senhor Jesus Cristo, não Lhe pertence.

E não há como fingir ter o Espírito Santo. Suas carnalidades o identificam.

Quando se é selado com o Espírito de Jesus, os pensamentos, sentimentos e o coração são combinados com os do Senhor Jesus. Não há como enganar por todo o tempo.

Paulo duvidava da conversão sincera de muitos romanos, haja vista dizer, em outras palavras: Vocês não devem estar na carne, mas no Espírito, se, de fato, o Espírito de Deus habita em vocês.

…se alguém não tem o Espírito de Cristo, esse tal não é dEle. Romanos 8.9 

Tenho visto muitos supostos convertidos servindo como servos, falando como se estivessem cheios do Espírito e se comportando (na igreja) como se fossem irmãos…

Porém, em casa, no trabalho, na escola, ou na rua, falam palavras como os idólatras falam, vestem-se como incrédulos, reagem como endemoninhados e pouco diferem dos filhos das trevas.


reportar erro