Rede aleluia

Bispo Macedo | 4 de abril de 2012 - 06:53


Está escrito!

Paulo disse que o deus deste mundo tem cegado a mente dos incrédulos para não compreenderem o Evangelho. 2 Coríntios 4.4

Eu vou mais além: os espíritos imundos têm impedido os povos de exercitar o raciocínio nos pensamentos de Deus.

Normalmente, as pessoas têm preguiça de pensar. Querem tudo mastigado. Isso tem dificultado muito sua libertação.

Nós podemos libertá-las dos espíritos imundos, enquanto estão na igreja. Porém, lá fora, eles tentam voltar. Se não houver sustentação firme nos pensamentos (Palavra) de Deus, eles voltam.

É preciso resisti-los no pensamento! As pessoas têm de duvidar dos pensamentos de dúvida; duvidar do medo e duvidar da preocupação, fundamentadas no que Deus falou e está escrito.

Mente, intelecto, razão ou entendimento é o lugar de decisão.

Decisão entre escolher e obedecer ao Bem ou ao mal.

Quando se decide obedecer à Palavra do Bem, o mal é neutralizado.

Por conta disso, Satanás tem investido forte para tentar impedir que os pensamentos de Deus cheguem ao intelecto humano.

Sabe que se isso acontecer, a pessoa será livre da sua prisão, depressão, ou seja lá o que for.

“…e conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará.” João 8.32

É no intelecto que se processa a fé inteligente.

É grátis. Não depende de ninguém. Qualquer hora e em qualquer lugar pode se fazer uso das promessas de Deus.

Jesus disse: conhecereis a verdade. O conhecer se dá na mente.

Se quisesse Sua verdade no coração diria: sentireis a verdade…

A fé processada no coração é inútil. Mantém a pessoa refém dos sentimentos. Suas decisões são tomadas pelo que sentem ou deixam de sentir.

As religiões foram criadas pelo diabo, justamente, para incentivar a fé emotiva. Inclusive a religião evangélica!

A fé processada no intelecto crê no que está escrito.

E porque crê, não dá a mínima para o que sente ou deixa de sentir.

Esse é o segredo da vitória: o exercício da fé inteligente.

A fé na Palavra do Eterno, do Criador, do Todo-Poderoso, enfim, dAquele que nunca, jamais e em tempo algum falhará.

“Passará o céu e a terra, porém as minhas palavras não passarão.” Mateus 24.35



reportar erro