Rede aleluia
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Bispo Macedo | 28 de setembro de 2019 - 00:01


Como receber o Espírito Santo

Primeiro passo: Consciência.
Estar consciente de que ninguém é batizado com o Espírito Santo porque merece. Se achar que tem méritos, não vai receber nunca. Esse batismo deve ser buscado com todas as forças e de todo o coração, por meio da fé no Senhor Jesus Cristo.

Segundo passo: Querer
Esse querer não é simples vontade ou boa ideia, nem porque outros O têm. Mas, por ser tão necessário quanto a Salvação. É um querer semelhante ao perdão dos pecados. É um querer ardente, acima de qualquer outro sonho ou desejo do coração. Mais do que viver, casar, conquistar mundos e fundos, enfim, mais do que tudo o que as pessoas ou esse mundo podem oferecer. Por isso, o Senhor impõe a condição de sede. É preciso ter sede. Muita sede. Desesperadora sede. Se alguém tem sede… (João 7.37) Se não houver garra no querer, fica difícil.

Terceiro passo: Pensamento
O querer precisa ser seguido pelo pensamento ocupado na Pessoa do Espírito Santo. O pensamento contínuo nEle deve ser tanto em casa, no trabalho, na rua, na igreja ou em qualquer lugar. Tanto quanto puder. É como o namoro. Quando se está amando, a pessoa vira e mexe sempre acaba pensando na pessoa amada, não é? O mesmo deve ocorrer com o candidato ao Selo Divino. O importante é manter a mente focada nEle. Não é preciso dizer que, nessa fase, o candidato deve procurar ao máximo se isolar de tudo nocivo à boa consciência. Evitar más companhias ou pessoas contrárias à fé, distrações vulgares e tudo o mais que interrompa o relacionamento com o Espírito. É difícil, mas não é impossível. A fé exige sacrifícios. Se na conquista dos bens materiais não se mede sacrifícios, quanto mais na conquista espiritual. Imagine a plenitude do Espírito Santo!
Portanto, tem de haver o esforço sobrenatural.

Conclusão:
Quando essas condições são satisfeitas, o candidato não precisa fazer mais nada, muito menos se preocupar. É só esperar. A qualquer momento e em qualquer lugar, ele pode ser batizado. Em casa, no trabalho, na rua, na igreja, enfim, não há mais empecilho para que o Senhor Jesus venha a batizá-lo com o Seu Espírito.

Observação: Durante o tempo de “ocupação da mente” com a Pessoa do Espírito Santo, é provável que o diabo sopre pensamentos sujos. Caso isso aconteça, saiba que isso é um excelente sinal de que você está no caminho certo. Não desanime. Não se preocupe. Nem pense que está pecando contra Ele. Tentação não é pecado. Pecado é cair em tentação. Pecado imperdoável é ofender ou proferir palavras contra o Espírito Santo.

Quando vierem pensamentos sujos, não tenha medo nem se acovarde. Aproveite o momento e resista ao diabo louvando ao Senhor Jesus. Seja com cânticos, seja com palavras de adoração (num tom alto ou baixo, depende da sua privacidade). O importante é não temer ou se intimidar diante dos pensamentos sujos. Tem que reagir! E reagir com louvores a Deus.


reportar erro