Rede aleluia
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Bispo Macedo | 28 de junho de 2019 - 00:00


Abra sua janela

As estrelas serviram de sinal para Abraão e continuam servindo de sinal para quem quiser crer...

Quem espera ver ou sentir para conquistar algo pela fé vai morrer esperando.

Os religiosos são assim: precisam ver ou sentir para crer, a exemplo de Tomé.

Fé é certeza. Certeza de que Deus fará o que prometeu fazer. Nada a ver com sentimentos.

Abraão é um dos maiores exemplos de fé. Não realizou nenhum milagre. Mas a firme dependência de Deus fez dele pai na fé dos que fizeram grandes milagres.

Sua fé não estava apoiada em feitos extraordinários. Mas na perseverança de dependência diária do Altíssimo.

O único sinal que Abraão recebeu de Deus, de que seria pai de numerosas nações, foram as estrelas.

Do ponto de vista humano, tudo contrariava a Promessa Divina.

1 – Idade avançada – cem anos;
2 – Sara, sua mulher, já tinha passado do tempo de gerar filhos – noventa anos;
3 – Era estéril de nascença.

Some-se a isso: peregrinações, dificuldades de locomoção e perigos do deserto.

Mesmo assim, mantendo-se firme na dependência Divina, creu contra a esperança.

Talvez o leitor esteja vivenciando um problema, aos olhos humanos, de solução impossível.

Você tem em Abraão um exemplo vivo da fidelidade de Deus.

Basta abrir a janela, à noite, e observar as estrelas, as mesmas vistas por Abraão. E como Deus falou com ele por meio delas, Ele o fará com você também.

Elas se mantêm firmes no céu, não apenas para serem admiradas, mas, sobretudo, para testemunharem que a Palavra do Deus de Abraão se cumpre hoje, da mesma forma que se cumpriu no passado.

Elas serviram de sinal para Abraão e continuam servindo de sinal para quem quiser crer.

O Senhor Deus de Abraão abra seus olhos espirituais para verem Seus sinais!


  • Bispo Edir Macedo 


reportar erro