Rede aleluia
Desafio IntelliMen #24
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Renato Cardoso | 8 de junho de 2013 - 06:52


Desafio IntelliMen #24

Desafio IntelliMen #24

Homens. Inteligentes.
© 2013

 

Desafio #24

Não fazer antes de completar o Desafio #23.
Se você quer fazer parte do Projeto IntelliMen, comece do
Desafio #1.

 

Desafio: Aprender a dizer “sim” e “não” mais corajosamente.

Explicação: Todos nós fazemos isso de vez em quando (ou de vez em sempre). Dizemos “não” quando devíamos dizer “sim” e “sim” quando devíamos dizer “não”. “Abriu uma vaga para o cargo de gerente, você vai aplicar?” “Não, quem sou eu… Provavelmente vão dar para outra pessoa mais qualificada ou de quem o chefe goste mais.” “Filho, sei que você ia sair com sua esposa este fim de semana mas eu preciso que você me ajude com a mudança.” “Sim, mãe.”

Você já se arrependeu logo depois de dizer sim a alguém? Sentiu que se comprometeu mais do que devia e complicou sua vida? Eu já. Muitas vezes.

Se por um lado dizer “sim” no lugar do “não” nos faz sentir mal, dizer “não” no lugar de “sim” normalmente traz um bom sentimento, ainda que temporário. É porque quase sempre que falamos este “não” é para fugir de um desafio, evitar uma situação que exigirá uma atitude mais corajosa de nossa parte. No exemplo acima, aplicar para a vaga de gerente exigiria da pessoa a coragem de mostrar a ambição, de crer em si mesmo, e talvez de ser rejeitado. Seria sair da zona de conforto. O que fazemos normalmente quando confrontados com tal opção é dizer “não” e ficar onde nos sentimos confortáveis e seguros. Note que eu disse “sentimos” confortáveis e seguros, ou seja, temos a ilusão de conforto e segurança. Na verdade, nossa zona de conforto a maioria das vezes é desconfortável e insegura. Pergunte a qualquer pessoa que perdeu seu emprego “seguro” inesperadamente.

Enfim, precisamos ser mais corajosos com nossos “sins” e com nossos “nãos”. Mais criteriosos. Mais ousados. Mais homens. Mais IntelliMen.

Seu desafio esta semana será prestar mais atenção aos seus “sins” e “nãos”, especialmente os mais importantes. Nós usamos estas palavras dezenas de vezes todos os dias, quer de forma audível ou silenciosa, com outras pessoas ou conosco mesmos. Sim, eu vou me levantar agora. Não, eu vou dormir mais um pouquinho. Sim, aceito mais um pedaço de bolo. Não, já estou satisfeito, obrigado. Sim, eu vou checar meu Facebook agora. Não, agora não dá tempo de orar, eu vou orar depois.

Você não faria nada sem usar o sim ou o não. Aprender a usá-los corretamente lhe trará resultados muito melhores em sua vida.

Eu chamo essas palavras de “decisores”. Elas são palavras de decisão. E decisões são o que muda nossas vidas. Note quando, com quem, como e por que você usa esses decisores. Assim que usar um decisor, note a quem você está dizendo sim ou não. A si mesmo? A outra pessoa? A Deus? Em seguida, veja como está usando aquele decisor. É automático, por hábito, ou cuidadosamente considerado? E finalmente, por que você está dizendo sim ou não, ou seja, o que impulsiona esse decisor? Covardia? Medo de desagradar alguém? Preguiça? Ilusão de conforto?

Se você notar que está usando um decisor de forma errada, você vai invertê-lo imediatamente. Seu sim vai virar não e vice-versa.

Caderno de Notas: Escreva uma ou duas frases no seu caderno resumindo o que de mais importante você aprendeu nesse desafio.

Parceiro Oficial: Converse com o seu parceiro sobre este desafio. Falem sobre a experiência que tiveram esta semana em que policiaram seus decisores.

Prazo: Este desafio pode ser iniciado imediatamente e concluído antes do Desafio #25 que será lançado daqui a uma semana.

Postar: Depois — e somente depois — de você ter concluído este desafio, poste seus comentários — no Facebook do IntelliMen (não no seu pessoal) ou no Twitter, com este cabeçalho:

Desafio IntelliMen #24 concluído: Aprendi a dizer “sim” e “não” mais corajosamente. (Acrescente outros comentários, por exemplo, você chegou a mudar um sim pelo não ou vice-versa por causa deste desafio? Qual o resultado?)

Links:
www.facebook.com/IntelliMen
www.twitter.com/intellimen27 (quando postar no Twitter, use @IntelliMen27 na sua mensagem)

 

Checklist de verificação

Observei atentamente como uso meus decisores
Quando notei um uso errado, inverti meu decisor
Fiz minhas anotações em meu Caderno de Notas
Conversei com meu Parceiro sobre este desafio
Postei meus comentários no Facebook/Twitter

 

Frase:

Seja, porém, a tua palavra: Sim, sim; não, não. O que disto passar vem do maligno. — Jesus


reportar erro