Rede aleluia
Qual foi a última vez que você falou do Senhor Jesus para alguém?
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 29 de maio de 2019 - 10:39


Qual foi a última vez que você falou do Senhor Jesus para alguém?

Mais do que um pedido, levar o Evangelho a todas as pessoas é uma ordem Divina. Entenda

Qual foi a última vez que você falou do Senhor Jesus para alguém?

Qual a coerência em pedir algo e quando o pedido é concedido a pessoa não o aproveita? Nenhuma, não é mesmo? Porque se você pede, subentende-se que, na primeira chance que você tiver de receber, vai aproveitar.

Mas, no tocante a cumprir a ordem Divina de falar do Evangelho a todas as pessoas (Marcos 16.15), uma pesquisa realizada com cristãos nos Estados Unidos pela LifeWay Research – instituto americano de pesquisa que auxilia líderes de igreja –  revelou que apesar de a maioria dos fiéis entrevistados, pelo menos uma vez por semana, orar pedindo a Deus oportunidades para falar a respeito de Jesus, eles não evangelizam no seu dia a dia.

Com isso, mais da metade dos que se dizem cristãos não compartilharam as “Boas Novas” com ninguém nos últimos seis meses. E dos que falaram de Jesus neste período, o fizeram para uma ou duas pessoas.

Quantas oportunidades não estão sendo perdidas? Mas, o que será que nos tem faltado?

Aproveite todas as chances

O próprio Senhor Jesus, quando esteve neste mundo em forma humana, não perdia nenhuma oportunidade. Quem não se recorda da conversa à beira de um poço com uma mulher samaritana? Naquele momento em que Ele estava com sede e pediu-lhe água, foi a chance de falar para ela sobre a Água da Vida.

Em todo o tempo e em todo lugar, sempre teremos a oportunidade de falar do amor do Senhor Jesus. Agora, tente lembrar de todas as chances que são perdidas diariamente.

A conversa informal no elevador, em que, entusiasmado, você comentou sobre aquele restaurante badalado que foi recentemente e indicou, mas não falou de uma reunião especial que acontece na sua igreja.

Aquela roda de conversa, onde falavam a respeito de livros interessantes, mas não mencionou o quanto a Bíblia é um livro inspirador e que, se as orientações contidas nela forem seguidas, vidas são transformadas.

Quando ouviu atentamente alguém falar de um problema que estava vivendo, e você até disse que ia ficar tudo bem, mas não aproveitou para dizer-lhe que a fé pode mudar o quadro de qualquer situação.

No ônibus, na padaria, em uma recepção enquanto espera, para os vizinhos, enfim, sempre haverá uma ocasião.

Inclusive, o apóstolo Paulo deu essa ordem a Timóteo e que se estende a todos os cristãos:

 “Na presença de Deus e de Cristo Jesus, que há de julgar os vivos e os mortos por sua manifestação e por seu Reino, eu o exorto solenemente: Pregue a palavra, esteja preparado a tempo e fora de tempo…” 2 Timóteo 4.1,2

O Bispo Edir Macedo explica que Timóteo jamais poderia esquecer que foi chamado para anunciar a Palavra, “e ele tinha que fazer isso de forma constante, séria e intrépida”, destacou o Bispo.

Para tanto, não deveria esperar ocasião especial para evangelizar, “pois tanto os tempos bons e felizes quanto os tempos maus e tristes são oportunidades para transmitir a Mensagem Divina”, concluiu.

Leia também:

“Não tenho tempo para evangelizar”: até quando você vai usar essa desculpa esfarrapada?

Deus te chamou para ganhar almas

Por isso, avalie se o que tem faltado para que cumpra essa ordenança é perceber essas oportunidades ou a coragem para falar de Jesus. Afinal, falar dEle implica em assumir que você acredita e vive essa fé, isso é confessá-lO diante das pessoas.

E todo aquele que fizer isso, o Senhor Jesus promete que também confessará o seu nome diante dos anjos de Deus. Porém, quem não o fizer, Ele fará o mesmo (Lucas 12.8,9).

Participe do “Jejum de Daniel”

Se você ainda não foi batizado com o Espírito Santo, o “Jejum de Daniel” para o avivamento do Espírito Santo é uma oportunidade preciosa para isso.

O propósito teve início no dia 19 de maio e vai até o dia 9 de junho. O encerramento será no dia de Pentecostes com o derramamento do Espírito Santo, direto do Cenáculo de Jerusalém.

Se você deseja esse avivamento espiritual, participe dos encontros que acontecem no Templo de Salomão ou em uma Universal mais próxima de sua casa.

 


Qual foi a última vez que você falou do Senhor Jesus para alguém?
  • Núbia Onara / Foto: iStock 


reportar erro