Rede aleluia

Notícias | 22 de agosto de 2019 - 11:19


É ultrapassado pedir a permissão dos pais para namorar?

Cena retratada na novela Topíssima revela que, ainda que muitos considerem desnecessário nos dias de hoje, tal atitude traz inúmeros benefícios. Saiba mais

Vocês se conheceram e passaram a conversar. Com o tempo, perceberam que tinham afinidades, sempre pensavam um no outro, gostavam de estar juntos e decidiram assumir o namoro.

Foi isso que aconteceu, recentemente, em Topíssima, novela transmitida de segunda a sexta-feira, às 19h45, pela Record TV. Os personagens Rafael e Gabriela – depois de passarem por algumas adversidades -, finalmente estão mais próximos, e o rapaz decide pedi-la em namoro. O que ele não esperava, porém, foi a condição que ela colocou para aceitar o pedido.

Confira a cena no vídeo abaixo:

Ter que pedir permissão à mãe e ao irmão da jovem não foi tido como um absurdo por Rafael. Ao contrário, o rapaz se encheu de coragem e fez o pedido. Veja:

Caretice ou respeito?

Consultar os pais com respeito ao namoro não é uma atitude comum entre os jovens. Muitas vezes, os pais só ficam sabendo depois, em situações inesperadas, como em uma gravidez indesejada, em que fica “inevitável” não contar que estava em um relacionamento.

Independentemente da idade, incluir os pais (ou as pessoas que cumprem este papel) na decisão do namoro não é antiquado como muitos consideram. A atitude é importante, por se tratar não apenas de uma questão de cavalheirismo e respeito, mas, sobretudo, de inteligência – fundamental em qualquer relacionamento, diga-se de passagem – é o que destaca os escritores do livro Namoro Blindado, Renato e Cristiane Cardoso.

Eles explicam que os pais são, provavelmente, as pessoas mais influentes e importantes na vida de alguém e inclui-los “em uma das decisões mais importantes da vida, não apenas os honra, mas, também, pode ser de grande benefício para você”.

As vantagens

Cristiane recomenda que, assim que a mulher estiver certa de que quer dizer “sim” ao pretendente (o que pode levar um tempo e alguns encontros), condicione o início do namoro ao pedido de consentimento aos seus pais. Ou na ausência deles, de quem cumpre o papel de pai ou mãe em sua vida.

A escritora lista os benefícios que esta atitude traz:

– Elimina quem não for sério e não quer compromisso;

– O respeito será muito maior durante o namoro, pois se comprometeu não só com você, mas também com sua família;

– Não precisará ficar escondendo nada de seus familiares;

– Iniciará a relação facilitando o contato do seu namorado com sua família de origem, o que deverá colocá-lo em posição de fazer o mesmo por você – deixá-la conhecer a família de origem dele.

Independentemente da idade

Os escritores observam que a idade não é empecilho para consultar os pais a respeito da escolha do futuro parceiro. Entretanto, isso não quer dizer que terá de seguir exatamente os desejos deles.

“Uma vez adulto, a pessoa tem a liberdade de escolher seu futuro parceiro – e os pais devem respeitar isso. Porém, consultá-los sobre essa escolha, ainda que eles possam discordar dela, mostra o respeito que merecem”, ressaltam.

Cristiane esclarece que, quanto mais idade a mulher tem, o pedido de consentimento é mais uma notificação, do que um pedido em si.

“Se você tem 40 anos, por exemplo, certamente seus pais não precisam consentir o seu namoro, mas, ainda assim, uma visita do seu pretendente para se apresentar não fará mal algum e lhe dará os mesmos benefícios acima”, orientou.

Eles finalizam, lembrando àqueles que praticam o amor inteligente que os pais são mais experientes na vida, sabem um pouco sobre casamento bom e ruim, além de conhecerem e quererem muito bem aos filhos.

“Portanto, não sejam surdos e cegos ao que dizem. Por que ignorar o conselho e a sabedoria das pessoas que, provavelmente, querem mais o seu bem do que qualquer outra? Não embarque sozinho em uma decisão tão importante em sua vida. Não confie no seu coração ou em sua experiência limitada”, alertam.

Leia também:

Como saber se o namoro é da vontade de Deus?

É normal ser tentado durante o namoro?

Não finja no namoro? 

Solteiros inteligentes

Estes e outros assuntos são abordados no livro Namoro Blindado, escrito por Renato e Cristiane Cardoso com o intuito de preparar os solteiros.

Além disso, todas as quintas-feiras acontecem as palestras da Terapia do Amor, às 10h, 15h e 20 horas, no Templo de Salomão, em São Paulo, e em outras localidades também. Clique aqui e encontre o local mais perto de você.

 


  • Núbia Onara / Foto: Reprodução Record TV 



reportar erro