Rede aleluia
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 14 de maio de 2020 - 23:32


Você tem bons olhos para com o seu parceiro(a)?

Escolher ver as qualidades é essencial para o futuro do relacionamento

Para o relacionamento amoroso dar certo é imprescindível ter bons olhos. Na verdade, eles são necessários em qualquer tipo de relacionamento, já que os bons olhos são a capacidade de valorizar o que a outra tem de bom e relevar os defeitos.

Entenda, isso não tem a ver com fechar os olhos para coisas prejudiciais ou falhas de caráter, mas para os defeitos e imperfeições que todos têm. Afinal, ninguém é perfeito.

“Quando você tem bons olhos em relação à pessoa amada, você escolhe dar mais importância às virtudes e menos importância aos defeitos. Essa decisão vai influenciar no seu comportamento em relação à outra pessoa”, disse o Bispo Adilson Silva, durante a palestra da Terapia do Amor, na noite desta quinta-feira (14), ao lado de sua esposa, Rosana.

Escolha deixar o que há de melhor

O casal ressaltou que o ser humano tem tendência a acumular o lixo dos maus olhos dentro de si. Por isso, é importante não deixar acumular os sentimentos e pensamentos negativos sobre a pessoa. O resultado dessa atitude é que você não vai mais esperar coisas boas dela, e até o que é bom não é notado. Só terá expectativas ruins ou maus olhos.

“Se tudo é ruim dentro de si, você não tem misericórdia com quem está ao seu lado. E, portanto, não tem como conviver dessa forma! É preciso escolher olhar as qualidades, ou seja, elas têm que ser muito maiores do que os defeitos [ou o relacionamento será comprometido]”, falou Rosana.

As palestras da Terapia do Amor são transmitidas ao vivo, direto do Templo de Salomão, às 10h, 15h e 20h.

Você poderá acompanhá-las pelas redes sociais da Igreja Universal (InstagramFacebook e Youtube), pelo Univer Vídeo, pela TV Universal, mas também pode assistir pelos canais CNT e 21 e pela Rede Aleluia (99,5 FM). Não perca.


  • Rafaella Rizzo / Fotos: Getty Images – Reprodução 


reportar erro