Rede aleluia
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 3 de abril de 2020 - 09:14


Videoaula para idosos durante pandemia

Iniciativa tem como objetivo ajudar pessoas do grupo de risco para que fiquem em casa para evitar contágio do COVID-19

Antes mesmo de ser considerada como uma pandemia, a propagação do coronavírus já preocupava as autoridades, principalmente, a parcela da população acima de 60 anos. Os idosos, além de pessoas com doenças crônicas, têm mais chances de desenvolver um quadro grave da doença do que outros grupos.

Por causa disso, foi decretado por governantes que essa parcela da população, mudasse seus hábitos para evitar a contaminação. No mesmo caminho, asilos e casas de acolhimento também passaram a restringir visitas e a incentivar, ainda mais, práticas de higiene pessoal.

A vulnerabilidade dos idosos coloca-os no topo das prioridades. Por isso, os maiores de 60 anos precisam se manter em confinamento rigoroso. Para auxiliar as pessoas dessa faixa etária, principalmente aquelas que moram sozinhas, o programa social Calebe está monitorando e apoiando idosos em todo o Brasil. Apenas neste mês de março, foram 16.255 pessoas acompanhadas pelos voluntários do grupo, que é mantido pela Igreja Universal do Reino de Deus.

Voluntários do grupo telefonam e enviam mensagens, para saber sobre o estado de saúde e suas reais necessidades. Os voluntários ainda prestam ajuda, auxiliando na ida às consultas médicas ou em tarefas diárias que os idosos estão impedidos de realizar.

O grupo tem proporcionado videoaulas de artesanato, violão e ginástica para que os idosos se mantenham ativos. No vídeo abaixo, a dona Mariazinha, voluntária do grupo, ensina como fazer marcadores de Bíblia.

Acompanhe:

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Grupo Calebe Universal (@calebebrasiloficial) em

Você não quer ficar parado em casa? Clique aqui e acompanhe as atividades do grupo. O projeto ainda disponibiliza um número nacional – Whatsapp (11) 99571-9920 – para ajudar os idosos que estão aflitos, precisando de uma orientação.


  • Sabrina Marques / Foto: Reprodução 


reportar erro