Rede aleluia
Vacina contra COVID-19 já chegou ao Brasil
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 13 de junho de 2020 - 01:53


Vacina contra COVID-19 já chegou ao Brasil

Testes terão início ainda em junho

Vacina contra COVID-19 já chegou ao Brasil

A vacina de Oxford já está no Brasil e será aplicada a trabalhadores da saúde ainda em junho. Embora ainda haja lotes do remédio a serem enviados, já foi iniciado o processo seletivo para quem deseja participar dos estudos.

Neste primeiro momento, apenas profissionais da área da saúde, que estejam lidando diretamente com pessoas infectadas, receberão a vacina. Dessa maneira os resultados serão mais claros.

De duas mil pessoas que participarão, 500 formarão um grupo de controle. Essas pessoas receberão a vacina contra meningite (que já é utilizada há muitos anos e têm efeitos colaterais semelhantes à vacina contra COVID-19). Nenhum participante saberá qual droga está tomando.

“Isso porque esse é um estudo extremamente importante precisa de um alto índice ético. No final do estudo, os 500 que receberam a vacina para meningite receberão a vacina da COVID-19 caso ela tenha sido eficaz, como a gente acredita que será”, informou, em nota, a Unifesp, que auxilia no estudo.

Durante um ano os voluntários serão acompanhados de perto, realizando exames de sangue e consultas médicas.

A indústria farmacêutica que produzirá as vacinas para a Universidade de Oxford já informou que o custo de produção será baixo. Clique aqui e saiba mais sobre o assunto.


Vacina contra COVID-19 já chegou ao Brasil
  • Andre Batista / Foto: Getty Images 


reportar erro