Rede aleluia
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 2 de abril de 2019 - 13:21


Use as redes sociais para fazer negócios

Com milhões de usuários no Brasil, as redes ajudam a ampliar a visibilidade de marcas, conquistar novos clientes e multiplicar vendas

As redes sociais estão cada dia mais presentes na vida dos brasileiros. Um estudo revelou que 140 milhões de pessoas acessam essas plataformas no Brasil, o que representa 66% da população nacional. O brasileiro gasta, em média, três horas e 34 minutos por dia com as redes sociais, segundo pesquisa feita pela agência We Are Social em parceria com a plataforma de mídia Hootsuite com dados de 45 países.

Facebook, Instagram e WhatsApp já não servem só para fazer contato com amigos e familiares. Nos últimos anos, essas redes sociais se transformaram em ferramentas para divulgar empresas e vender produtos e serviços. “O perfil nas redes sociais é nossa identidade no mundo dos negócios. Se a empresa não se posiciona digitalmente, ela vira um fantasma e isso pode gerar até desconfiança de quem contrata”, opina Thiago Valadares, especialista em comportamento digital e sócio da Seven Grupo Digital.

Por isso, não basta só criar o perfil e abandoná-lo. As redes sociais precisam ser tratadas de forma estratégica. “A presença na internet é tão fundamental quanto a gestão de pessoas ou o fluxo de caixa, pois ela permite que o empreendedor seja encontrado. Mesmo para negócios locais, estar nas redes sociais amplia o acesso e gera fluxo de clientes. Caso contrário, o negócio fica dependendo do famoso boca a boca”, explica Felipe Camargo, especialista em construção de autoridade e empresário à frente da Sigma Six, empresa de gestão de imagem e construção
de autoridade.

Boa imagem
Antes de criar uma rede social para o negócio, o empreendedor deve conhecer bem as características de sua proposta e o comportamento e necessidades do público. Afinal, o perfil deve refletir os diferenciais do negócio. “O perfil ajuda a abrilhantar nossa imagem e a destacar da melhor forma nosso conteúdo no dia a dia. Entretanto é importante nunca aumentar ou mentir”, alerta Filipe Brandão, especialista em marketing digital e C&O na Spotlight Comunicação.

Ele sugere cuidado na hora de escolher as palavras e as fotos que serão usadas na biografia do perfil e em cada postagem. “A biografia é o cartão de visitas. Escolha uma imagem bacana e escreva um texto para que as pessoas entendam claramente o que você oferece. Prefira palavras que especifiquem o produto ou serviço, pois isso facilita as buscas, e disponibilize seus contatos.”

Ao falar sobre o negócio, o empreendedor deve focar nos resultados que os clientes podem ter e não apenas nas características técnicas do produto ou serviço, ensina Felipe Camargo. “As pessoas querem saber os resultados e benefícios que terão ao comprar o produto ou serviço”, esclarece.

Thiago Valadares destaca que o empreendedor deve avaliar o tipo de impacto que os conteúdos podem gerar no público. “Quais territórios de conteúdo sua marca vai abordar? Quais temas são interessantes para a marca? Se escolher falar sobre temas polêmicos, você deve estar ciente de que não vai agradar todo mundo e pode gerar polêmicas prejudiciais para a marca”, finaliza.


  • Rê Campbell / Foto: Fotolia  


reportar erro