Rede aleluia
Talvez, você esteja usando isto e nem sabe
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCaraguatatubaCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 10 de Maio de 2021 - 13:51


Talvez, você esteja usando isto e nem sabe

Medite nesta mensagem do Bispo Renato Cardoso e a coloque em prática

Talvez, você esteja usando isto e nem sabe

Uma muleta é uma ferramenta que serve de suporte para uma pessoa caminhar com mais facilidade quando está machucada em algum membro inferior do corpo.

No sentido figurado, uma muleta pode ser entendida como alguma ideia em que uma pessoa se apoia para lidar com uma fraqueza em vez de “curar” o problema completamente.

Durante a programação “Inteligência e Fé”, do dia 10 de maio, o Bispo Renato Cardoso abordou sobre o tema: “Na vida, muitas pessoas usam de muletas no comportamento, no caráter, na vida espiritual. Ou seja, quando há uma deficiência em alguma área de sua vida, elas recorrem a certas muletas, apoios que compensam aquela deficiência que elas têm”.

Abraão usava uma “muleta”

Na Bíblia, podemos observar uma “muleta” que era utilizada por Abraão: ele tinha combinado com Sara de que aonde quer que eles fossem ela o trataria como irmão e não como marido para que os homens não o matassem com o intuito de a tomarem para si (Gênesis 20). Entretanto, Deus já havia provado para ele que o protegeria, mesmo assim, Abraão insistia em não se desfazer dessa “muleta”.

“Em vez de recorrer à verdade e confiar em Deus, Abraão caiu naquela muleta. Assim há a muleta espiritual, que faz muitas pessoas tropeçarem na vida. Pode ser uma desculpa que a pessoa já se acostumou tanto que ela usa aquela muleta como uma carta para se justificar por alguma coisa”, analisou o Bispo.

Por exemplo, quando uma pessoa cresce sem base familiar e se apoia naquilo como uma justificativa para não “correr” na vida e andar normalmente como todo mundo.

Talvez, sem se dar conta, você tem usado “muletas” em sua vida. Mas saiba que você pode abandoná-las agora mesmo. Basta tomar uma decisão.

Para conferir esta e outras mensagens do Bispo Renato Cardoso, acompanhe as atualizações na página oficial do Youtube.


Talvez, você esteja usando isto e nem sabe
  • Da Redação / Foto: Getty Images 


reportar erro