Rede aleluia
Suicídio no K-POP: mais uma cantora morta
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 26 de Novembro de 2019 - 12:15


Suicídio no K-POP: mais uma cantora morta

Polícia acredita que Goo Hara, de 28 anos de idade, tirou a própria vida

Suicídio no K-POP: mais uma cantora morta

Mais uma estrela do K-POP cometeu suicídio. É nisso que acredita a polícia de Seul, capital sul-coreana. Desta vez, a cantora encontrada morta foi Goo Hara. Ela tinha 28 anos de idade e trabalhava como cantora havia 11 anos.

Goo Hara foi encontrada sozinha em seu apartamento. A mesma situação de uma de suas melhores amigas, a também cantora Sulli, que cometeu suicídio há cerca de um mês. No caso de Goo Hara, não foi a primeira vez que ela atentou contra a própria vida.

Há seis meses Goo Hara foi hospitalizada após tentativa de suicídio. Ela se recuperou fisicamente, pediu desculpas aos fãs e retomou a carreira. Todavia, pessoas próximas relataram que a jovem nunca se curou da depressão.

A morte de Goo Hara aconteceu no último domingo (24).

O motivador

Embora fosse famosa, bem-sucedida financeira e economicamente, e amada por milhões de pessoas, a jovem cantora decidiu causar a própria morte.

Isso demonstra que, infelizmente, qualquer um pode sofrer com depressão e cometer suicídio, ainda que, aparentemente, não haja motivos para isso.

“Tem sido assombroso o número de suicídios em toda parte do mundo”, relata a escritora Núbia Siqueira, no blog do Bispo Edir Macedo. “Os motivos dos que abrigam esse pensamento ou daqueles que registraram suas razões antes de tirarem a própria vida, giram em torno das decepções na vida amorosa, perda de patrimônio ou de entes queridos, dependência química, desemprego, abusos sexuais, mas o de maior incidência é a depressão”.

Tanto Goo Hara quanto Sulli e outros astros do K-POP têm cometido suicídio após graves crises de depressão. Conforme explica Núbia, isso acontece porque “a depressão rouba a vontade de viver e torna a vida completamente sem sentido. Isto ocorre de maneira que a família, a profissão, o dinheiro ou os amigos perdem o significado”.

Angustiados, muitos depressivos acreditam que o fim da vida trará o fim da dor, ignorando o fato de que o sofrimento após a morte por suicídio é ainda pior do que o vivido em terra.

A outra saída

Embora o suicida não consiga enxergar outra saída para a resolução de suas dores, há, sim, uma maneira de se curar da depressão e se libertar da angústia: Deus.

Núbia Siqueira ressalta as seguintes Palavras do Senhor Jesus: “Se tu podes crer, tudo é possível ao que crê” (Marcos 9.23).

A palavra TUDO inclui a restauração completa da sua alma, do seu corpo e da sua vida em todos os sentidos”, afirma a escritora. “Então, você que está sendo bombardeado por pensamentos de dar cabo à sua vida, eu sei que, no fundo, você não quer isso! Você quer a solução dos seus problemas e um fim à sua dor, não é mesmo? E a fé pode lhe trazer agora esta solução, basta que você invoque ao SENHOR com todas as suas forças”.

Para obter auxílio e entender melhor sobre a importância de se entregar a Deus, clique aqui agora mesmo e acesse o Pastor Online.

Participe, também, de uma reunião especial que acontece às sextas-feiras, em toda a Universal. Nesse encontro de fé, há orações específicas para quem sofre com as dores da alma, inclusive a depressão. No Templo de Salomão, em São Paulo, há reuniões às 10h, meio-dia, 15h e 20 horas. Participe! Ou procure a Universal mais perto de sua casa, clicando aqui. Os horários podem variar de um lugar a outro.


Suicídio no K-POP: mais uma cantora morta
  • Andre Batista / Imagem: Reprodução Instagram @koohara__ 


reportar erro