Rede aleluia
Cantora de K-POP é encontrada morta. Acredita-se que foi suicídio
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 17 de Outubro de 2019 - 13:22


Cantora de K-POP é encontrada morta. Acredita-se que foi suicídio

Sulli era uma das principais representantes do gênero musical

Cantora de K-POP é encontrada morta. Acredita-se que foi suicídio

Suicídio. Essa é a provável causa de morte de uma das principais representantes do K-POP, o estilo musical sul-coreano que conquistou jovens do mundo inteiro. Choi Jin-ri, conhecida como Sulli, tinha 25 anos de idade e cantava havia dez anos.

De acordo com o jornal britânico Daily Mail, um representante policial que investiga o caso declarou: “Tudo indica ter sido suicídio, mas também estamos explorando outras possibilidades”.

Sulli morreu sozinha, na última segunda-feira (14). Já se sabe que ninguém entrou no apartamento antes da morte. Seu corpo foi encontrado pelo empresário, que tentava contato havia horas, sem sucesso.

Ainda segundo a polícia, amigos próximos à jovem relataram sinais de depressão no dia de sua morte.

Ela não queria a morte

Sulli se destacou nos últimos anos, pois, além de cantar e atuar, também discursava frequentemente contra o bullying online. Várias vezes a cantora relatou sua experiência ao lidar com os haters online e afirmou que sua vida seria mais feliz se não tivesse que enfrentar tantas ofensas e pressões externas.

Aparentemente, ela não queria morrer. Mas, ao que parece, foi como decidiu lidar com seus problemas.

Durante o programa “Inteligência e Fé” desta quinta-feira (17), o Bispo Renato Cardoso falou aos deprimidos:

“Não é morte que você quer. Você quer uma vida diferente. Você não sabe como obtê-la. Por isso você pensa na morte como solução”.

Esse é um problema que todo depressivo enfrenta. Querer uma vida melhor, sem imaginar como isso é possível.

Foi o que aconteceu com Juliana da Silva, por exemplo. Ela relata que “não conseguia entender como tinha chegado àquele ponto. No fundo eu queria ajuda, só que eu não sabia o que fazer, por onde começar”.

Juliana escondia sua depressão, mas a dor que sentia no peito era tão forte que ela procurou médicos, buscando uma explicação física para seu mal.

“Porque eu estava com uma depressão tão profunda. A dor que eu sentia na alma, dentro de mim era tão grande que eu não sabia mais o que fazer. Dentro de mim era assim: eu levava de um pico a outro. Às vezes, eu estava muito feliz. Ninguém sabia que eu tinha depressão, então eu não queria demonstrar aquilo. Mas a tristeza vinha de uma forma tão forte que eu me trancava”, relata.

Acompanhe, no vídeo abaixo, o testemunho completo de Juliana:

Como afirma o Bispo Renato, o Senhor Jesus “disse: venham a mim os cansados, os oprimidos, os depressivos, os sobrecarregados, os sufocados, os angustiados e Eu vos aliviarei”.

O Bispo destaca que o Senhor Jesus “colocou essa Palavra. Ele colocou esse convite. Jesus foi quem falou isso. Ele está te convidando para vir até Ele”. E Ele sempre cumpre Sua Palavra.

Encontre-O hoje mesmo participando da reunião que promove um tratamento intensivo para as doenças da alma, que acontece nesta sexta-feira, às 10h, 12h, 15h e 20h. Clique aqui e encontre o endereço da Universal mais próximo de você.


Cantora de K-POP é encontrada morta. Acredita-se que foi suicídio
  • Andre Batista / Imagem: Reprodução Instagram @jelly_jilli 


reportar erro