Rede aleluia
Salmo 51: uma lição valiosa para a nossa vida com Deus
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCaraguatatubaCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 7 de Outubro de 2021 - 17:59


Salmo 51: uma lição valiosa para a nossa vida com Deus

No domingo, dia 10 de outubro, ocorrerá a "Santa Ceia do Recomeço". Saiba mais

Salmo 51: uma lição valiosa para a nossa vida com Deus

A “Santa Ceia do Recomeço“, que será uma oportunidade para aqueles que desejam uma nova chance com o Senhor Jesus, será no domingo, dia 10 de outubro.

Você poderá participar no Templo de Salomão e em toda a Universal (consulte o endereço mais próximo aqui)

E em preparação a esse evento especial, nós estamos meditando sobre o conteúdo do Salmo 51, escrito pelo rei Davi. Esta passagem bíblica nos ensina sobre o sincero arrependimento.

Nós já meditamos sobre os primeiros 4 versículos. Agora, vamos finalizar a nossa reflexão sobre esta preciosa mensagem.

O interior importa

“Eis que em iniquidade fui formado, e em pecado me concebeu minha mãe. Eis que amas a verdade no íntimo, e no oculto me fazes conhecer a sabedoria.” Salmos 51:5-6

Aqui, o Bispo Edir Macedo escreve em suas anotações de fé sobre a Bíblia: “A verdade no íntimo. Davi havia escondido seu pecado por quase um ano, mas agora sente o peso do engano. Há quem se preocupe com um comportamento correto diante dos homens, porém, é na mente que todas as boas ou más ações se originam. Os pensamentos podem ser secretos para todos, exceto para o Altíssimo. O zelo pela pureza e retidão interior mantém a Salvação. A fé sem sinceridade ou verdade no íntimo não possui valor.”

O valor da presença de Deus

“Purifica-me com hissopo, e ficarei puro; lava-me, e ficarei mais branco do que a neve. Faze-me ouvir júbilo e alegria, para que gozem os ossos que Tu quebraste. Esconde a Tua face dos meus pecados, e apaga todas as minhas iniquidades. Cria em mim, ó Deus, um coração puro, e renova em mim um espírito reto. Não me lances fora da tua presença, e não retires de mim o Teu Espírito Santo. Torna a dar-me a alegria da Tua salvação, e sustém-me com um espírito voluntário.” Salmos 51:7-12

“Ao esconder suas iniquidades, Davi se distanciou da presença de Deus e perdeu a alegria da Salvação. Era isso que o torturava! Ele não pediu que o Senhor poupasse o reinado dele, e sim para não ser lançado fora da Sua presença. Isto é, Davi não estava preocupado em perder a coroa de rei, mas a coroa da Salvação. Quando disse para Deus não retirar dele o Espírito Santo, deixou claro que não poderia viver sem Ele, pois era a sua maior riqueza”, acrescenta o Bispo.

O exemplo de Davi

“Então ensinarei aos transgressores os Teus caminhos, e os pecadores a Ti se converterão.” Salmos 51:7-13

Assim, continuamos: “Compartilhar a experiência. O salmista se propõe a ensinar outros transgressores a retornarem ao caminho da fé. Mas faria isso somente após receber perdão e restauração. É exatamente isso que a história de Davi faz até hoje. Isto é, todas as vezes que o pecado dele e suas consequências são mencionados, o justo tem o temor despertado. E quando o seu arrependimento e o seu perdão são destacados, os caídos recebem chance de renovo. A experiência de Davi ensina que somente aqueles que realmente conhecem o Altíssimo e o Seu caminho estão aptos a influenciar os outros. Isso significa que para ensinar sobre os Preceitos Eternos não basta ter aptidão, é preciso ter fidelidade e um coração temente a Deus”, aponta o Bispo.

Cuidado constante

“Livra-me dos crimes de sangue, ó Deus, Deus da minha salvação, e a minha língua louvará altamente a Tua justiça.” Salmos 51:14

Vejamos: “O preço da cobiça. Davi tinha consciência de que o adultério era uma transgressão, mas permitiu que o desejo aguçado por seus olhos se transformasse em cobiça. No entanto, ceder àquele desejo para ter prazer imediato rendeu a ele o maior problema de sua vida. E na tentativa de remover os vestígios do seu pecado, desagradou ao Altíssimo ainda mais: mandou matar o marido temente e fiel da mulher com quem pecou. A santidade e a pureza de Urias eram preciosas aos olhos de Deus, por isso Davi sabia que sangue inocente sujava as suas mãos. A vida do salmista é uma prova de que fazer escolhas sem pensar nas consequências acarreta sofrimento e dor, além de uma mancha na própria história”.

Concluindo

Por fim, Davi termina revelando a benignidade de Deus: “Abre, Senhor, os meus lábios, e a minha boca entoará o Teu louvor. Pois não desejas sacrifícios, senão eu os daria; Tu não Te deleitas em holocaustos. Os sacrifícios para Deus são o espírito quebrantado; a um coração quebrantado e contrito não desprezarás, ó Deus. Faze o bem a Sião, segundo a Tua boa vontade; edifica os muros de Jerusalém. Então Te agradarás dos sacrifícios de justiça, dos holocaustos e das ofertas queimadas; então se oferecerão novilhos sobre o Teu altar.” Salmos 51:15-19

Não perca esta oportunidade

Depois deste episódio, nós sabemos, por meio da Bíblia, que Deus perdoou Davi e ele nunca mais cometeu tal transgressão contra o Altíssimo. Houve um arrependimento sincero.

Portanto, saiba que Deus está pronto para lhe ouvir também. Por isso, aproveite esta chance de participar da “Santa Ceia do Recomeço“.


Salmo 51: uma lição valiosa para a nossa vida com Deus
  • Da Redação / Foto: Demetrio Koch 


reportar erro