Rede aleluia
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 13 de outubro de 2018 - 20:08


Saiba como foi a quinta edição da Caminhada do Amor

“Eu fico muito feliz de participar da Caminhada do Amor porque é um momento que podemos nos conhecer ainda mais, enriquece o nosso relacionamento e também é um exemplo para a nossa filha”, esse foi o sentimento da professora Ellen Correia, de 53 anos, ao participar da quinta edição da Caminhada do Amor, que aconteceu neste sábado (13), no Parque Ibirapuera, zona sul de São Paulo e em 119 parques do Brasil, com a participação de mais de 60 mil pessoas. O evento também foi feito em outros 50 países.
Ela e seu esposo, Antonio Correia, de 44 anos, (foto abaixo) estiveram em meio às 7 mil pessoas que compareceram ao evento na capital paulista. O casal, que já está junto há 19 anos, participa da Caminhada do Amor desde sua primeira edição, em 2012, e garante ver resultados positivos no matrimônio.

“Eu achava que meu esposo tinha a obrigação de saber o que eu estava pensando, como ‘estou atarefada, me ajuda’, mas ele não adivinhava, por isso, brigávamos. Depois da Caminhada do Amor, nós aprendemos a conversar”, declara Ellen.
Em São Paulo, os idealizadores da Caminhada, Renato e Cristiane Cardoso, que também são os apresentadores do programa da Record TV “The Love School- A Escola do Amor”, estiveram presentes no local e deram conselhos aos casais. “O relacionamento precisa de tempo dedicado. É como um jardim que necessita de manutenção. O que está acontecendo? O que passa na cabeça do meu cônjuge? São perguntas que não respondemos em um café da manhã. E a Caminhada do Amor é a oportunidade para fazer isso”, explicou Renato.

Cristiane, por sua vez, destacou o uso demasiado do celular, como um dos principais problemas do relacionamento. “Se os casais soubessem o quanto é gostoso tirar esse tempo com o parceiro, sem ter que ficar mostrando para ninguém, nem expondo, esperando curtidas (nas redes sociais), eles iriam querer fazer a Caminhada do Amor todos os dias”, pontuou a apresentadora.
Em clima de romance, o analista tributário júnior, Filipe Martins de Francisco, de 28 anos, aproveitou o momento para pedir sua namorada, Rute de Mota Lima, de 19 anos, em casamento. Nada havia sido combinado, mas Filipe enfrentou os medos e fez a surpresa para a amada. “Já tive outros relacionamentos que não deram certo, mas, quando você tem uma relação baseada na Palavra de Deus, tudo se torna único e exclusivo”, destacou Filipe.

Renato Cardoso também dá a dica para manter sempre o clima pós-evento: “Basta continuar praticando o que foi feito na Caminhada, que é o respeito, o ouvir muito, deixar as acusações e cobranças de lado, porque ninguém gosta disso”, concluiu Renato.
Confira o vídeo feito pelos professores ao vivo, direto do evento:

(*) Colaborou Nubia Onara 


  • Rafaela Dias (*) / Fotos: Demetrio Koch e Mídia FJU 


reportar erro