Rede aleluia
Qual é a comparação da vez?
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCaraguatatubaCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 28 de Novembro de 2021 - 00:05


Qual é a comparação da vez?

Ao se comparar com outras pessoas, a mulher fica insatisfeita com a própria vida e desperdiça a chance de se tornar uma versão muito melhor de si mesma

Qual é a comparação da vez?

A cartilha da comparação é seguida por muitas mulheres como um hábito tão natural quanto acordar e escovar os dentes. Há quem se compare a outras em relação à idade. Nesse caso, é comum pensamentos como “fulana se casou com tantos anos e eu ainda não me casei”. Outros tipos de comparação envolvem conquistas profissionais e materiais.

Muitas mulheres não entendem que, depois de uma comparação aparentemente simples e inofensiva, sempre haverá a próxima e a próxima, até que o descontentamento apareça. Essa insatisfação mostra muito o que há no interior de cada uma, mas só quem se conhece bem é capaz de enxergar.

O fato de se comparar faz com que a mulher não esteja satisfeita consigo mesma. Ao remoer como seria sua vida se não estivesse na própria realidade, a mulher desperdiça a chance de ser uma versão muito melhor de si mesma.

Além disso, a mulher que se compara com outra pessoa nunca tem paz, já que desperdiça suas forças em uma espécie de competição interminável que só existe na cabeça dela. Inclusive, a Palavra de Deus acentua inúmeras vezes o cuidado com aquilo que olhamos: se nossos olhos forem bons, o corpo, a alma e a mente serão sadios (Mateus 6.22-23).

Ao meditarmos em Provérbios 4.25, somos encorajadas a olhar sempre para o que está diante de nós e não para a vida alheia nas redes sociais. Também encontramos nas Sagradas Escrituras um alerta quanto à cobiça e aos desejos dos olhos, que seduzem e distraem (1 João 2.16). A Bíblia ainda chama a atenção para que não desviemos nossa atenção para coisas inúteis (Salmos 119.37).

NEM PARA a DIREITA NEM PARA a ESQUERDA
Durante um programa na Rede Aleluia, a apresentadora Viviane Freitas destacou as lições contidas em Deuteronômio 5.32-33: “Olhai, pois, que façais como vos mandou o Senhor vosso Deus; não vos desviareis, nem para a direita nem para a esquerda. Andareis em todo o caminho que vos manda o Senhor vosso Deus, para que vivais e bem vos suceda, e prolongueis os dias na terra que haveis de possuir”.

A apresentadora ponderou que, se a comparação “é justamente você olhar ao seu redor”, o mesmo versículo revelaria o segredo para se vigiar e não ceder: “ele fala, explicitamente, para onde nós devemos olhar: para o Senhor. E como que se olha para Deus, se Ele é invisível? Você olha para Deus quando olha para o que Ele falou, para aquilo que Ele ensinou, para a Palavra dEle. A Palavra dEle é Ele. É o Espírito dEle”, explicou Viviane. “Quantas vezes você olhou para o lado, e, por causa disso, ficou intimidada, se inferiorizou e acabou ficando retida em sua Fé?”

OLHAR PARA DEUS E PARA SI MESMA
Viviane observou que, toda vez que nossa atenção está voltada para algo, a probabilidade de colocar aquilo acima de Deus é enorme. Por causa disso, corremos o risco de menosprezar nossa potência e nossa força.

A Palavra de Deus é a única capaz de verdadeiramente fortificar uma pessoa a ponto de ela não se deixar vencer por sentimentos. “Aqui está a resposta para todas nós sobre a comparação. Se tem algo que você e eu temos que olhar para nos compararmos é justamente a Palavra de Deus e o nosso comportamento. Como você está agindo e o que Deus diz? É a partir disso que você tem que se comparar. E não se comparar com pessoas nem se preocupar se elas têm ou não têm mais ou menos do que você”, encerrou.


Qual é a comparação da vez?
  • Flavia Francellino / Foto: getty images 


reportar erro