Rede aleluia

Notícias | 12 de julho de 2019 - 09:52


Por que muitas pessoas têm dificuldade em entender o que agrada ou não a Deus

Durante a live, transmitida no canal oficial do Godllywood, Cristiane explicou que muitas até se esforçam, mas se sentem completamente perdidas e, mesmo querendo acertar, acabam errando feio

Recentemente, Cristiane Cardoso realizou, na companhia das amigas Nanda Bezerra, Bianca Carturani e Aline Munhoz, o primeiro encontro virtual do Godllywood Autoajuda.

Durante a live, transmitida no canal oficial do Godllywood, Cristiane explicou o porquê de muitas pessoas terem dificuldade em entender o que agrada ou não a Deus. Elas até se esforçam, mas se sentem completamente perdidas e, mesmo querendo acertar, acabam errando feio.

Todavia, o grande problema é que elas estão acostumadas a seguir uma religião. Elas aprenderam, desde criança, que para agradar a Deus é preciso seguir um ritual, quando é exatamente o contrário. Além de a religião não agradar a Deus, ela afasta a pessoa ainda mais dEle.

A verdadeira glória

Por isso, Ele disse:

“Assim diz o Senhor: Não se glorie o sábio na sua sabedoria, nem se glorie o forte na sua força; não se glorie o rico nas suas riquezas, mas o que se gloriar, glorie-se nisto: em me entender e me conhecer, que eu sou o SENHOR, que faço beneficência, juízo e justiça na terra; porque destas coisas me agrado, diz o SENHOR.” Jeremias 9.23,24

Isto é, se há algo que devemos nos gabar é de entender e conhecer a Deus, e não da nossa capacidade intelectual. Quando a pessoa entende isso, nunca mais irá depender de outras pessoas para lhe ensinar o que deve ou não fazer para agradar a Deus.

Porque, quando ela precisa que alguém a oriente nesse sentido, isso mostra que ela não O conhece.

Só quem tem um relacionamento com Deus, tem sensibilidade para ouvir a Sua voz. Se ela erra, o próprio Espírito Santo se encarrega de mostrar que aquilo O desagradou, e ela O ouve.

“Mas, quando a pessoa não teve um encontro com Deus ela vai errando, errando, até alguém chegar e falar que ela não deve fazer aquilo”, explica Cristiane.

Então, por não ter o real entendimento de Quem é Deus; por não ter tido um encontro verdadeiro com Ele, ela O vê como uma religião. E para se enquadrar nela e agradá-lO, precisa seguir um ritual. Por isso, ela até muda o comportamento, mas é uma mudança apenas exterior, pois o seu interior continua o mesmo. Ela sente como se não pudesse ser ela mesma. É isso que a religião faz.

“Talvez, por você ter uma responsabilidade dentro da igreja, fica se gloriando na sua posição, no seu título. Você se gloria em religiosidade, quando deveria se gloriar em conhecer e entender a Deus”, aconselha Cristiane.

Cristã de aparência

Aparentemente, você é uma pessoa de Deus. Tudo que você sabe sobre Ele, ouviu de terceiros. Você ora, lê a Bíblia, vai à igreja, jejua, evangeliza, mas faz tudo isso, porque aprendeu a fazer, porque um dia alguém lhe disse que era preciso fazê-las. E, agora, tem se apoiado nelas para convencer a si mesma de que é uma pessoa de Deus. Mas, você sabe que não é.

Essa é a razão de muitas pessoas abandonarem a fé. Porque, ninguém consegue fingir o tempo todo. Chega uma hora que ela se cansa de tentar parecer o que não é.

Cristiane alerta ainda que a pessoa que vive caindo em pecado, fazendo aquilo que sabe que não deve fazer, que toda hora pede perdão a Deus, mas continua fazendo tudo errado, é sinal de que ela não é nascida de Deus. Porque os nascidos de Deus vencem o mundo.

Ela acrescenta ainda que quando o Espírito Santo habita em nós, Ele nos ensina todas as coisas.

“Meu maior receio é que você ‘aprenda’ a ser mulher de Deus, eu não quero que você aprenda. Por favor, não aprenda. Você tem de SER mulher de Deus. Para isso, tem de buscar conhecê-lO pessoalmente”, ensina.

Conhecer a Deus é a resposta para saber o que agrada ou não a Deus

O encontro com Deus muda sua natureza. E o que antes para você era um fardo, passa a ser um prazer. Se antes você precisava que alguém lhe dissesse o que desagrada a Deus, agora você não precisa mais, porque você O conhece, O entende. Você não se sente mais presa. Você é livre.

“Quando você conhecer a Deus vai saber o que usar, o que é adequado, o que é discrição. Você será verdadeira diante de Deus e das pessoas, porque você não terá nada a perder. Mas, quando você não conhece a Deus, tem tudo a perder. Você não quer passar vergonha, não quer perder o título, o uniforme, a reputação”, destaca.

Mas, como conhecer a Deus? Cristiane destaca os dois passos indispensáveis para que isso aconteça:

– Reconhecer que você não O conhece. Para isso, talvez, seja necessário abrir mão do seu título, da sua reputação.

– Buscar incessantemente ter esse encontro com Deus.

Se você der esses dois passos, o terceiro será o dEle, em direção a você. Esteja certa disso.

Para ter acesso a mais conteúdos como esse se inscreva no canal do Godllywood .

Clique aqui e saiba como participar do Movimento Godllywood.


  • Jeane Vidal / Fotos: Reprodução e Getty images 


reportar erro