Rede aleluia
Por que é mais fácil conferir o celular do que fazer uma oração?
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
GaranhunsRecife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCaraguatatubaCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
Baln. CamboriúBlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 4 de Março de 2022 - 13:43


Por que é mais fácil conferir o celular do que fazer uma oração?

Bispo Renato Cardoso trouxe reflexão durante a programação Inteligência e Fé. Confira

Por que é mais fácil conferir o celular do que fazer uma oração?

O Bispo Renato Cardoso iniciou a programação Inteligência e Fé, do dia 4 de março, fazendo a seguinte reflexão: “Por que é tão mais fácil pegar o celular e olhar uma rede social, olhar as notícias, buscar uma música, surfar na internet, ficar conversando com um amigo por horas do que dobrar os joelhos e orar?”

Ele acrescentou que o esforço para se fazer uma oração é muito menor do que o esforço exigido em qualquer outra atividade. Pois, dobrar os joelhos não é um requerimento para que uma oração seja ouvida, este ato apenas representa a humildade da pessoa diante de Deus.

Você pode orar em qualquer postura que estiver. Você só precisa da sua mente. Você só precisa voltar os seus pensamentos para Deus e falar com Ele. Tudo o que Ele quer é uma conversa sincera.

Falando com o próprio Deus

Entretanto, a maioria das pessoas não praticam a oração diária. Talvez, elas até mesmo seriam capazes de pagar para conversar com uma pessoa que admiram, mas não são capazes de reservar um tempo para falar com o próprio Criador do Universo.

“Se você parar para pensar, isso é maravilhoso: você conversar com Deus”, avaliou o Bispo.

Lembre-se de que, para falar com Deus, não tem fila, lista de espera, você não precisa de um intermediário (você só precisa usar o nome do Senhor Jesus), você não precisa marcar um horário, você não precisa sair do lugar de onde está, você não precisa pagar. Além disso, o mesmo esforço que você faria para pedir para alguém orar por você é o esforço de você falar diretamente com Deus.

Deus quer ouvir a sua voz

Vale lembrar também que há coisas que só Deus pode fazer em sua vida e, para que isso aconteça, você precisa conversar com Ele.

“Deus insiste que nós venhamos pedir. Ele quer ouvir a nossa voz como o pai quer ouvir o filho. Você que é pai ou mãe sabe disso. Quantas vezes você quis que o seu filho ou filha viesse até você e pedisse ajuda?”, disse o Bispo.

Portanto, não viva como se Deus não existisse, não ignore a existência dEle. Talvez, você não tenha mais orado, você não tenha mais buscado qual é a vontade de Deus, você não tenha mais ouvido a Palavra dEle. Então, mude esta situação enquanto há tempo.

Clique aqui e acompanhe outras mensagens do Bispo Renato Cardoso na íntegra.


Por que é mais fácil conferir o celular do que fazer uma oração?
  • Da Redação / Foto: iStock 


reportar erro