Rede aleluia

Notícias | 14 de março de 2019 - 13:28


Pode um remédio curar os males da alma?

Empresa norte-americana lança spray nasal que promete acabar com a depressão. Entenda

No dia 5 último, a agência Food and Drug Administration (FDA), responsável pela aprovação de medicamentos nos Estados Unidos, liberou a comercialização de uma substância inalável, cujo composto principal promete tirar os pacientes de crises graves de depressão em duas horas ou, no máximo, em alguns dias.

Dessa maneira, a substância age afastando ideias suicidas e reduzindo a apatia – que, por sua vez, são os sintomas que não deixam o indivíduo sequer sair da cama, em muitos casos.

Mas, o que é a depressão?

A depressão é uma doença psiquiátrica que afeta 322 milhões de pessoas em todo o mundo. No Brasil, são 11,5 milhões de indivíduos. Junto com a ansiedade, a enfermidade compõe uma bomba relógio em termos de saúde pública. Ambas são responsáveis por índices elevados de incapacitação para o trabalho, redução de produtividade e estão associadas ao desenvolvimento de outras doenças, como o infarto e a diabetes. A incidência das duas só cresce. Entre 2005 e 2015 os casos de depressão aumentaram 18%.

A cura por meio da fé

O Bispo Renato Cardoso falou durante o programa “Inteligência e fé” que quando uma pessoa encontra a Deus, a vida dela muda e seus costumes passam a ser os dEle. Pessoas têm sido curadas da depressão porque se voltaram para Deus.

Assista ao vídeo abaixo e veja o que as pessoas fizeram para se livrar da depressão:

A cura em poucos minutos

Todas as sextas-feiras, na Universal, milhares de pessoas têm sido libertas dessa doença, considerada o mal do século.

No Templo de Salomão, ao meio-dia e às 20h, está sendo realizada a reunião do Tratamento para a cura da depressão. São 45 minutos de oração pela libertação.

Participe, nesta sexta-feira, dia 15 de março. O Templo de Salomão fica na Avenida Celso Garcia, 605, bairro do Brás, zona leste de São Paulo. Ou compareça a uma Universal mais próxima de sua casa. Veja aqui o endereço.


  • Sabrina Marques / Foto: iStock 



reportar erro