Rede aleluia

Notícias | 26 de abril de 2019 - 09:03


O que não lhe contaram sobre o Salmo 23

Entenda qual é a condição para alcançar as promessas descritas nele

O Salmo 23 é uma das passagens mais conhecidas da Bíblia. Quem nunca viu uma Bíblia aberta nele?

“O SENHOR é o meu pastor, nada me faltará.

Deitar-me faz em verdes pastos, guia-me mansamente a águas tranquilas.

Refrigera a minha alma; guia-me pelas veredas da justiça, por amor do seu nome.

Ainda que eu andasse pelo vale da sombra da morte, não temeria mal algum, porque tu estás comigo; a tua vara e o teu cajado me consolam.

Preparas uma mesa perante mim na presença dos meus inimigos, unges a minha cabeça com óleo, o meu cálice transborda.

Certamente que a bondade e a misericórdia me seguirão todos os dias da minha vida; e habitarei na casa do Senhor por longos dias.” Salmos 23:1-6

Esta passagem é uma bela promessa e que muitos cristãos se apegam, sem ao menos entender a quem ela realmente se aplica.

 O Senhor e a ovelha

Já no primeiro versículo encontramos a dica principal para o restante do texto. Veja que o salmista diz que o Senhor é “seu pastor e nada o faltará”.

“Muitos gostam desse salmo, repetem, colocam nos carros, mas se esquecem da condição para alcançar as bênçãos nele descritas”, pontuou o Bispo Renato Cardoso, em uma de suas reuniões, no Templo de Salomão, em São Paulo.

Para ter as bênçãos de Deus é necessário que Ele seja seu Pastor. Uma ovelha ouve apenas a voz de seu pastor e segue suas orientações. Ela não dá ouvidos a outras vozes, nem, tampouco, as seguem.

O salmista Davi usou a analogia das ovelhas com o seu senhor para exemplificar a condição para alcançar as bênçãos do Salmo 23.

“Se o Senhor não for o seu Pastor, ou seja, se você não ouvir a voz dEle, as promessas não se aplicarão a você”, ensinou o Bispo Renato.

Além disso, o pastor tem o cuidado necessário com suas ovelhas. As protege, alimenta e cuida para que tenham dias agradáveis. Da mesma forma, Deus age com Seus filhos. Cuida, protege e supre suas necessidades.

Todavia, muitos que se dizem ovelhas de Deus têm enfrentado dias difíceis, em que a frase “nada lhe faltará” não tem sido uma realidade em suas vidas. Tem faltado tudo. Desde o alimento básico, até a paz de espírito.

Isso acontece, porque, apesar de crer em Deus, muitos não O tratam como pastor de suas almas. Em um dos seus comentários, na Bíblia de edição especial de 40 anos da Universal, o Bispo Edir Macedo ensina que todos os que não tratam Deus como Pastor não podem alcançar Suas bênçãos.

“Por mais que se esforcem, nunca terão suas necessidades supridas plenamente, pois não possuem acesso ao aprisco da vida abundante”, destacou o Bispo. 

O Senhor como Pastor

O Senhor Jesus deixou claro, quando esteve na terra, que Ele conhece todas suas ovelhas e, sobretudo, elas O seguem. 

“As minhas ovelhas ouvem a minha voz, e eu conheço-as, e elas me seguem”. João 10:27

Isso quer dizer que ser ovelha de Deus vai muito além de ouvir Sua voz. É necessário seguir a Ele também. Seguir o que Ele deseja que siga. Fazer o que Ele quer que faça. É sacrificar suas vontades para seguir as orientações do seu Pastor.

Seguir a Jesus, como uma ovelha, é não enxergar o futuro, mas confiar que o seu Pastor está lhe guiando para o melhor lugar e que, apesar das dificuldades, Ele sempre estará junto para lhe proteger dos lobos que atentarem contra você.

Ensino aprofundado

Se você deseja receber essa e outras orientações a respeito da fé inteligente, participe de uma reunião, na Universal mais próxima de você.

Em todos os templos, há pastores dispostos a ensinar os desafios da verdadeira fé que agrada a Deus. Para encontrar o endereço mais perto de sua casa, clique aqui.


  • Rafaela Dias / iStock 


reportar erro