Rede aleluia
O que fazer quando o mau comportamento dos filhos começa a afetar o casamento dos pais?
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 1 de novembro de 2019 - 12:39


O que fazer quando o mau comportamento dos filhos começa a afetar o casamento dos pais?

Na novela Topíssima, os personagens Madalena e Zeca têm vivenciado essas dificuldades. Entenda

O que fazer quando o mau comportamento dos filhos começa a afetar o casamento dos pais?

Que um dos grandes desafios do casamento é conciliar as diferenças que cada um dos cônjuges traz para o relacionamento, isso não é novidade. Muitos têm a consciência dessas diferenças, e sabem que terão que ceder inúmeras vezes, pois, nem sempre, um acordo vantajoso para ambos será possível.

Mas, quando o assunto é a criação dos filhos, o pensamento de “o meu jeito de criar é melhor” também pode gerar uma crise na relação.

Esse tema está sendo abordado na novela Topíssima, exibida de segunda a sexta-feira, às 19h45, pela Record TV.

Com medo de perder o filho adolescente, Fernando – do mesmo modo que perdeu sua filha Jandira -, Madalena tenta controlar todos os passos do garoto. Porém, sem perceber, acaba afastando ainda mais o menino. E, além disso, por não concordar com seu marido, Zeca, quanto à maneira de educar o garoto, ambos começam a vivenciar uma crise no casamento.

Em uma das cenas, o casal se viu diante da iminência de uma separação por discordarem da forma como disciplinam o filho. Reveja a cena no vídeo abaixo:

E mesmo após ter conversado com o marido, reconhecendo que esta situação está prejudicando o casal e, consequentemente, a família, Madalena mostra que não será tão simples dar o braço a torcer. Assista:

Mas, o que fazer quando os filhos entram em uma fase difícil, e isso começa a afetar o casamento dos pais?

Leia também:

Talvez, o seu filho precisa de ajuda e você nem sabe

Casamento e filhos

A chegada dos filhos inevitavelmente muda os pais e, claro, isso refletirá no casamento, que irá melhorar ou piorar, dependendo de como o casal irá lidar com essa nova fase na vida a dois.

A psicóloga Edneia Dutra, responsável pelo grupo Escola de Mães, em todo o Brasil, explica que quando o casamento não tem uma base sólida, qualquer situação que surge pode abalar o relacionamento. E alerta que até mesmo as dificuldades na criação dos filhos podem tornar-se o “bode expiatório” para o fracasso daquela união. E isso acontece quando o casal absorve para a relação os problemas e conflitos dos filhos.

Para que isso não aconteça, ela orienta que “é imprescindível que o casal seja parceiro e cúmplice nessa empreitada, pois a criação dos filhos não é responsabilidade de um só cônjuge. Os dois são necessários para colocar uma criança no mundo e os dois são necessários para criá-lo para o mundo. Marido e mulher precisam visualizar o mesmo objetivo, pois quando há divisão na criação dos filhos, quem perde são os próprios pais, pois, os filhos percebem rápido quem é rígido e quem é fraco”, alerta.

O desafio da adolescência

A adolescência é, sem dúvida, uma das fases em que a união do casal é testada.

A psicóloga ressalta que criar filhos, principalmente nesta fase em que todas as emoções e sentimentos são potencializados, exige do casal parceria incondicional.

“Um verdadeiro trabalho em dupla que incluem acordos e decisões unânimes, para que os problemas inerentes do adolescente não se misturem com questões próprias do casal, distanciando assim, toda a família”, diz.

E ensina qual deve ser o primeiro acordo do casal: “ele deve propor que o casamento não estará fundamentado nos filhos e muito menos no próprio ‘eu’. Assim, nunca haverá seu ou meu filho e, sim, ‘nosso’, com responsabilidades compartilhadas”.

Escola de Mães – onde os pais também são bem-vindos

Com o objetivo de apoiar e orientar na criação e educação dos filhos surgiu a Escola de Mães. Durante os encontros, que acontecem mensalmente, diversos temas da atualidade são abordados.

As reuniões acontecem em todas as capitais brasileiras. Acesse o site para saber os endereços e horários.

Em São Paulo, na capital, você pode comparecer em dois endereços:

Templo de Salomão

Endereço: Avenida Celso Garcia, 605, Brás (zona leste), 10º andar.

Quando acontece: 1º domingo do mês, às 16h

WhatsApp: (11) 94029-0772

Santo Amaro

Endereço: Avenida João Dias, 1800, Santo Amaro (zona sul), 7º andar

Quando acontece: 1º domingo do mês, às 16h

 

 


O que fazer quando o mau comportamento dos filhos começa a afetar o casamento dos pais?
  • Núbia Onara / Foto: Reprodução 


reportar erro