Rede aleluia
O perigo da idealização no relacionamento
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
GaranhunsRecife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCaraguatatubaCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
Baln. CamboriúBlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 14 de Julho de 2022 - 17:26


O perigo da idealização no relacionamento

Renato e Cristiane alertam sobre o perigo de tentar encaixar uma pessoa em um lugar que ela não cabe

O perigo da idealização no relacionamento

No programa “The Love School – A Escola do Amor” do último sábado (09), os apresentadores Renato e Cristiane Cardoso mostraram os riscos de idealizar a mudança do parceiro e criar falsas expectativas.

Por que isso é importante:

De acordo com os apresentadores, as pessoas podem mudar, no entanto, em muitos casos, a pessoa idealiza a mudança do parceiro, quando na verdade não houve uma mudança de fato, o que acaba gerando muita frustração dentro do relacionamento.

  • “Muitas pessoas entram em um relacionamento idealizando o parceiro, e mesmo tendo visto no namoro muitos sinais de que aquilo não ia dar certo, ela fechou os olhos para tudo aquilo e entrou de cabeça no relacionamento, foi morar com a pessoa e quando acordo já era tarde demais, ela estava em um pesadelo real”, lamenta Renato.
O perigo da idealização:

Renato e Cristiane alertam sobre o perigo de tentar encaixar uma pessoa em um lugar que ela não cabe. E explicam que o problema está na fantasia de acreditar que o parceiro é alguém que você gostaria que ele fosse. Acompanhe a explicação dos apresentadores e entenda:

Primeiro se reconstrói a pessoa, depois a relação:

Renato destaca que primeiro é preciso se reconstruir para depois reconstruir a relação. Mas muitos se envolvem novamente, sem que essa sequência aconteça.

  • “E quando dá errado de novo a pessoa começa a acreditar que para ela não tem mais jeito. Talvez você seja uma pessoa assim, você não acredita mais que pode ser feliz no amor. Mas há sim uma chance para você mudar de vida, você pode mudar o seu futuro a partir de hoje. Talvez você seja considerada a ovelha negra da família, mas você pode mudar isso, depende de você”, afirma Cristiane.
Como acontece a mudança real: 

Renato explica que não é só querer, porque muitas vezes a pessoa quer, mas não consegue.

Por que as palestras ajudam:
  • Uma das coisas mais eficazes na transformação das pessoas que assistem às palestras, é que pela primeira vez elas ouvem verdades a seu próprio respeito que ninguém nunca teve coragem ou capacidade de falar para elas. Pela primeira vez, elas têm um espelho diante de si e passam a enxergar quem realmente são e, a partir daí, recebem o direcionamento do que fazer para mudar”, destaca Renato.
  • “É como você receber um diagnóstico para saber qual é o seu problema e qual o tratamento”, acrescenta Cristiane.
Terapia do Amor:

Por isso, participe da Terapia do Amor que acontece todas as quintas-feiras, às 10h, às 15h e às 20h, no Templo de Salomão e em outras localidades. Consulte aqui os endereços.

Clique aqui e assista ao programa na íntegra.


O perigo da idealização no relacionamento
  • Redação / Foto: Istock 


reportar erro