Rede aleluia
“O nascimento de Abrão é uma grande vitória para Amat”, diz Branca Messina
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCaraguatatubaCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 22 de Fevereiro de 2021 - 11:18


“O nascimento de Abrão é uma grande vitória para Amat”, diz Branca Messina

Personagem já viveu muitos dilemas na cidade de Ur e ainda vai passar por dificuldades com Nadi e Terá ao longo da trama

“O nascimento de Abrão é uma grande vitória para Amat”, diz Branca Messina

O nascimento de Abrão foi um dos momentos mais esperados da quarta fase de Gênesis e, por isso, a cena foi uma das mais aclamadas pelo público. No entanto, Amat, interpretada por Branca Messina, passou por muitos dilemas na cidade de Ur, até dar à luz Abrão.

Entusiasmada com a repercussão da personagem, Branca Messina revelou em entrevista ao site oficial os desafios enfrentados para gerar Abrão.

“O nascimento de Abrão é uma grande vitória para Amat, ela atravessou o deserto grávida e ainda lidou com tantas provações na sua chegada em Ur. Conseguir colocar no mundo esse bebê é uma grande felicidade”, destacou a atriz.

Para Branca, o maior obstáculo da personagem na trama foi manter sua fé convicta diante de tanta perseguição e insistência da população para que ela e Terá (Ângelo Paes Leme) idolarem os deuses de Ur:

“Talvez o maior desafio de Amat, foi se manter consistente na sua fé em meio a tantos convites e influências baseadas na ganância. Mas ela se mantém íntegra na sua relação com o Deus criador”, reforçou Branca.

É essa devoção de Amat, que Abrão vai herdar e propagar por toda sua peregrinação em busca da terra prometida, na quinta fase da trama:

“Certamente, a melhor forma de ensinar é o exemplo, e Amat é uma mulher com fé em Deus inabalável. Abrão tem uma mãe que crê em Deus, e isso ficará nele”, destaca a atriz.

Apesar do momento de euforia com o nascimento do primogénito, Amat ainda não consegue lidar com a aproximação de Nadi (Camila Rodrigues) com Terá.

“No primeiro momento em que Amat conhece Nadi, ela sente que ali as intenções não são boas. Por mais que ela acredite no ser humano, ela também entende todas as imperfeições. Dessa forma, desde o início Amat farejou as más intenções de Nadi. E toda a desonestidade que envolve esse encontro de Nadi e Terá”, afirma Branca.

Não perca as próximas emoções envolvendo Amat e sua família em Gênesis na Record TV, de segunda a sexta, às 21h. Os melhores momentos da semana vão ao ar aos sábados, no mesmo horário. Os capítulos e cenas extras também estão disponíveis no PlayPlus.


“O nascimento de Abrão é uma grande vitória para Amat”, diz Branca Messina
  • R7 / Foto: REPRODUÇÃO/RECORDTV 


reportar erro