Rede aleluia
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 6 de maio de 2018 - 03:05


“Não sei se fico com meu marido ou com meu ex-namorado”

O professor e palestrante Renato Cardoso orienta Melissa (nome fictício), de 23 anos, que está em um impasse: ela não sabe se permanece ao lado do esposo ou se volta a ficar com o ex-namorado. Ele a tratava mal no passado, mas ela acredita que ele tenha mudado da água para o vinho. Veja o que o professor diz a respeito disso no A Escola do Amor Responde desta semana.

Melissa – Me chamo Melissa (nome fictício) e tenho 23 anos. Sou casada há três anos com uma pessoa que não está mais me tratando bem. Brigamos, temos discussões e ciúmes, mas ele já me ajudou muito. Quando nos conhecemos, eu já tinha uma filha de 4 meses e ele cuidou de mim. Só que agora encontrei com uma pessoa que não foi muito legal comigo no passado, mas que mudou. Ele tem 21 anos, é totalmente diferente, carinhoso, espetacular, incrível, tudo o que uma mulher gostaria de ter. Essa pessoa que reencontrei diz que sou o amor da vida dela e que cuidará de mim e da minha filha. Estou em um impasse: se fico com meu ex-namorado, que me tratava mal, ou com meu marido, que me ajudou e continua a me ajudar, apesar das brigas.

Renato – Melissa, você precisa de muita ajuda. Você não tem caráter, porque trai seu marido e também não tem noção nenhuma. Você mesma disse que esse seu ex lhe fez mal, mas, agora, por alguma razão, diz que ele é espetacular. Aconteceu uma mágica? Não acredito que as pessoas não possam mudar, mas será que ele mudou tanto assim? Já parou para pensar que se deixar seu marido e se unir com seu ex terá zero de garantia de que ele será um bom marido, já que não consegue nem respeitá-la hoje, que está casada? Será que amanhã ele não vai se envolver com outra mulher que achar mais interessante? Você enxerga a loucura e a canalhice que vocês dois estão fazendo?

Infelizmente, muitos homens veem em mulheres casadas e mal-amadas um troféu. Você virou um troféu para ele. E isso pode ser uma das motivações que estão fazendo com que ele se mostre o “dom-juan” agora. Você no mínimo deveria enxergar que ele não tem caráter, assim como você, que é casada e trai o seu marido com ele. Um homem que sabe que você é casada e, mesmo assim, faz juras de amor e promessas para seduzi-la a deixar seu marido.

Você precisa despertar. Você acredita tão piamente na mudança do seu ex, que lá atrás foi ruim, mas hoje não consegue acreditar que seu marido possa mudar?

O que você precisa é colocar um pouquinho de juízo nessa sua cabecinha. No passado você teve um filho com alguém, não ficou com essa pessoa, se envolveu com esse outro ex e agora está casada há três anos e pensando no ex. Com apenas 23 anos, você já tem um histórico de entrar e sair de relacionamentos.

Você está afetivamente deficiente, debilitada, enferma e precisa se curar. Caso contrário, não será feliz no amor: nem com seu atual marido nem com esse ex ou com outra pessoa no futuro. Um dos problemas principais está dentro de você. Não estou dizendo que seu marido não tenha os problemas dele, mas você, tão tomada pela mágica, pelo feitiço desse seu ex, esqueceu até de falar dele.

Você precisa entender o que é um casamento e como lidar com os problemas que são normais nele. Você precisa lidar com isso, resolver esses problemas e aprender a amar a pessoa com quem você está. Isso não tem a ver apenas com um sentimento, mas com uma decisão de construir uma vida juntos.

Seu marido já mostrou que é uma boa pessoa, ele a assumiu com sua filha, cuidou de você quando mais precisava. Sua melhor chance é investir em seu casamento.

Se quiser nossa ajuda, participe das palestras da Terapia do Amor, às quintas-feiras, que acontecem em todo o Brasil. Em São Paulo, eu e a Cristiane estamos no Templo de Salomão, às 20h.

A Escola do Amor Responde

Diariamente, Renato e Cristiane Cardoso esclarecem dúvidas sobre a vida amorosa. Se você deseja ouvir os podcasts com os programas apresentados por eles, acesse blogs.universal.org/renatocardoso/escola/


  • Por Flavia Francellino/ Foto: Fotolia 


reportar erro