Rede aleluia
Na Índia, cerca de cem pessoas atacaram uma família cristã
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCaraguatatubaCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 13 de Setembro de 2021 - 16:15


Na Índia, cerca de cem pessoas atacaram uma família cristã

Atentado é uma "tendência perigosa" na região

Na Índia, cerca de cem pessoas atacaram uma família cristã

Imagine por um instante como é viver em um país em que ser cristão significa receber a hostilidade e, por vezes, a violência por causa de tradições.

Além disso, a pressão para que você deixa a fé é gigante por parte da família e da sociedade, porque ser cristão é motivo de marginalização social.

Por fim, nesse país também há leis que são usadas para intimidar os que desejam seguir a Bíblia.

Este país é a Índia, que, segundo a organização Portas Abertas (Open Doors), é o 10º país mais perigoso para os cristãos viverem.

Família é atacada por cerca de cem pessoas

E foi dentro deste contexto que, no fim de agosto, uma família cristã foi atacada por um grupo formado por quase cem pessoas. O ato ocorreu na Vila de Polmi, no distrito de Kabirdham. As informações são do portal “The New Indian Express“.

Também se pôde ouvir o grupo gritando frases contra conversão religiosa no momento do atentado. Eles vandalizaram a propriedade da família. E alguns dos membros foram maltratados antes que o grupo saísse do local.

Segundo a polícia, uma oração estava ocorrendo dentro da casa antes que todo o evento acontecesse.

Entretanto, de acordo com o Fórum Cristão de Chhattisgarh, os insultos aos cristãos se tornaram uma “tendência perigosa” na região e o governo não está impedindo isso. Um representante da organização acrescentou que em 15 dias ocorreram 10 ataques semelhantes e a polícia não interveio.

A nossa realidade

Aqui, no Brasil, nós temos a liberdade para expressarmos abertamente a nossa fé na Palavra de Deus. Mas, infelizmente, essa não tem sido a realidade em alguns países.


Na Índia, cerca de cem pessoas atacaram uma família cristã
  • Da Redação / Foto: iStock 


reportar erro