Rede aleluia

Notícias | 4 de julho de 2019 - 10:09


Mulher: você sabe qual é o segredo para envelhecer bem?

Ester Bezerra e Núbia Siqueira ressaltam os tabus e as dificuldades que muitas enfrentam a partir dos 40 anos. Saiba mais

Em uma das viagens missionárias com o Bispo Edir Macedo, a escritora Ester Bezerra participou – direto de Portugal – de uma live transmitida pelo perfil oficial do Godllywood no país.

Ao lado da colunista Núbia Siqueira, ela falou sobre os tabus e as dificuldades que as mulheres enfrentam a partir dos 40 anos de idade, e revela o segredo para envelhecer bem.

O fantasma da terceira idade

“A chegada da idade, do amadurecimento, é um fantasma para muitas mulheres. E nós vamos falar como uma mulher cristã encara essas coisas”, disse Ester Bezerra, dando início ao tema.

Para Núbia Siqueira, o mundo atual supervaloriza a juventude e a aparência, por isso, muitas mulheres – com o passar dos anos – começam a lutar contra a idade e a tentar escondê-la. Ao ponto de ficarem até deprimidas por estarem envelhecendo.

Contudo, ela aconselha às mulheres a não se deixarem levar por essa fixação em manter-se jovem, pois é inútil. “Nós não teremos a juventude para sempre, ela vai passar. Então, se você entrar nessa onda de só valorizar a beleza física, quando chegar aos 40, 50, realmente ficará frustrada”.

Autoaceitação

O que a mulher precisa é se aceitar. Entender que tudo tem seu tempo e tudo na vida passa, inclusive a juventude. Mas, que a felicidade, o amor próprio, a alegria e autovalorização não se limitam apenas a uma fase da vida. Há beleza, sim, em todas elas.

O conselho de Ester Bezerra às mulheres é que elas devem aceitar a vida que Deus as concedeu e sempre agradecê-lO por tudo que viveram e por cada dia vivido. “É um privilégio ter mais idade, pois isso significa ter mais experiência. Significa que você viveu muito e viveu bem”, acrescenta.

Ela destaca ainda que a mulher de Deus encara a maturidade como algo positivo e não negativo. “Porque a pessoa madura não erra tanto como a jovem. Nós pensamos mais, raciocinamos mais”, argumentou.

Longevidade é uma bênção de Deus

Além do mais, envelhecer é um sinal de que não morremos prematuramente, completou Núbia Siqueira, lembrando que a longevidade é uma bênção de Deus.

Portanto, você tem que tirar proveito disso e não ficar triste. “A gente fica até sem graça quando a pessoa pede para não a chamar de senhora. Quando a pessoa já te repreende por você a ter chamado de senhora é porque ela não aceita, não assume, não está satisfeita com a idade que tem. E isso não acontece com aquelas que são de Deus”, destaca Ester Bezerra, citando o apóstolo Paulo, em Filipenses 4.11-12, que diz:

“Não digo isto como por necessidade, porque já aprendi a contentar-me com o que tenho. Sei estar abatido, e sei também ter abundância; em toda a maneira, e em todas as coisas estou instruído, tanto a ter fartura, como a ter fome; tanto a ter abundância, como a padecer necessidade”.

Encontre o contentamento

Isto é, não importa o momento que estamos vivendo: o importante é saber que Deus está acompanhando toda a nossa vida. Portanto, em vez de nos lamentarmos, reclamarmos, devemos compartilhar com ele todos os nossos problemas e necessidades.

Desta forma, Deus lhe dará paz, alegria e compreensão dos problemas com outros olhos e não com olhos de crítica, vergonha, de não assumir a idade que tem. “Somos humanos, vamos envelhecer. Mas, vamos envelhecer com esse entendimento”, esclarece Ester.

Núbia Siqueira afirma que encontrar esse contentamento é o grande segredo. Pois, segundo ela, Deus tem um propósito para cada fase de nossa vida. E não é porque envelhecemos que os planos de Deus acabaram para nós.

Deus não aposenta servos

Abraão é a maior prova disso. Ele já estava com 75 anos de idade quando Deus o escolheu. O mesmo aconteceu com outros grandes homens de Deus que foram protagonistas de grandes histórias, observa Núbia Siqueira.

“A melhor fase da vida de Abraão e Sara, por exemplo, foi quando eles já estavam em idade avançada. Deus não aposenta servos. Enquanto você se mantiver na fé, o Espírito Santo vai ter projetos para sua vida, Ele vai usar você”, destaca.

Então, o que fazer para envelhecer bem?

Quem responde é Ester Bezerra: “Não importa a idade. O importante é você estar bem, vivendo a fé, se encaixando nos projetos de Deus. E assumir a sua idade. Não fica bem uma mulher de 60 anos, por exemplo, querer imitar e se vestir como uma jovem de 20. Você precisa saber escolher as coisas próprias da sua idade”, aconselha.

Mas, não é só isso. Para envelhecer bem fisicamente é de extrema importância fazer atividade física e manter uma boa alimentação. Não se trata de vaidade, mas uma questão de saúde.

Além disso, é sempre bom aprender coisas novas. “Tem mulheres que chegam a uma determinada idade e não querem aprender mais nada. Acham que já sabem o suficiente. A turminha da minha idade é difícil se adaptar no mundo de hoje. Mas, também, não podemos ignorar, nos recusarmos a aprender. Temos que enfrentar, nos esforçarmos para viver essas oportunidades que Deus está nos dando”, ressalta Ester.

Lidando com as perdas

Outra questão importante é aprender a lidar e a superar as perdas. Pois, uma vez vivendo mais, naturalmente e, inevitavelmente, enfrentaremos mais perdas. Esse é ciclo natural da vida. Pessoas queridas irão partir e, infelizmente, muitas mulheres não conseguem superar essas perdas e ficam paradas no tempo. Mas, com Deus é possível superar qualquer dor.

“A pessoa que crê em Deus, sabe em Quem se fortalecer, com quem contar nessas horas. O Espírito Santo é para isso. Ele é o Consolador. Ele te capacita, te consola, edifica a sua vida todos os dias, porque você vive na dependência dEle”, finaliza Ester.

Projeto Calebe

Na Universal, existe o projeto Calebe, um grupo voltado para pessoas a partir dos 50 anos, que não pensam em se entregar ao desânimo e ao cansaço provocados pelo avanço da idade.

O objetivo é oferecer apoio espiritual e social a essas pessoas e mantê-las ativas. Motivando-as a interagir por meio de novas amizades, participando de atividades de lazer e de ações sociais.

Para  conhecer o grupo ou tornar-se um voluntário entre em contato com o Calebe Brasil no e-mail grupocalebets@gmail.com, telefone (11) 2178-1191 ou no WhatsApp (11) 9 9571-9920.


  • Jeane Vidal / Fotos: Getty Images e Reprodução 


reportar erro