Rede aleluia
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 9 de abril de 2019 - 10:17


“Meu namorado está sendo assediado pelas minhas tias”

No A Escola do Amor Responde desta semana, uma aluna diz que suas tias estão assediando seu namorado, que ela está com dificuldade de lidar com isso e pede ajuda. Acompanhe as orientações dos professores Renato e Cristiane Cardoso.

Aluna – Eu e meu namorado temos 25 anos e namoramos há cinco. Há dois anos, percebi que minha família começou a ter enorme interesse por ele. Minhas tias não têm postura adequada com ele, vestem roupas indecentes e não sabem se sentar comportadamente. Acho que fazem isso para chamar a atenção dele. Vejo isso como falta de respeito, mas o que mais dói é que a minha irmã também já agiu assim. Um dia meu namorado e o dela estavam juntos e ela fez comparações quanto ao aspecto físico deles e desvalorizou o próprio namorado. Uma das minhas tias dança e olha para o meu namorado e outra o chamou de “meu” e disse o nome dele no diminutivo. Converso muito sobre isso com ele. Ele disse que nunca percebeu nada e que jamais perderia o respeito com alguém da minha família. Com tudo isso, me tornei uma pessoa ciumenta e insegura. Conversei com minha mãe e ela falou que cada uma segura seu homem como pode. Isso me chocou muito porque não é um conselho que uma mãe dê à filha. Estou muito preocupada e isso já gerou mágoa em mim. Tive vontade de terminar com ele pelo fato de não suportar a situação. Ele quer casar comigo, diz que sou a mulher da vida dele, é carinhoso e me trata bem, mas estou em dúvida se me caso ou não. Ele comprou um apartamento e fez vários planos para nós dois, mas tenho medo disso se tornar um problema. Eu o amo muito, mas não sei o que fazer.

Cristiane – Você deve falar seriamente com ele sobre essa questão. Pelo que você relatou, seu namorado tem tudo para ser um bom marido. Você não conta que ele tenha desrespeitado você ou que deu liberdade às suas tias. Ele simplesmente está recebendo essa atenção toda e fingindo que não vê. O erro dele é não colocar limites, o que faz parecer que lhes dá liberdade. Eu fico até impressionada porque parece que você é uma pessoa bem mais madura do que todas as mulheres nessa família e que percebe que isso não está certo. Mas não é você que tem que colocar limites nas suas tias ou na sua irmã, porque isso só fará com que elas tenham ainda mais vontade de irritá-la. Todas as vezes que elas veem que você está irritada por causa da maneira que elas estão agindo, são mais motivadas a continuar com as mesmas atitudes. O que querem é que vocês terminem e que não sejam felizes.

Renato – Seu problema principal é com ele. Você tem que levar o caso para o seu namorado e não ficar na insegurança. O seu medo de perdê-lo pode fazê-la aceitar a situação. O fato delas serem da sua família é apenas uma distração. Se fosse uma colega do trabalho, ele também teria de tomar uma atitude.

Cristiane – Seja firme. Mostre que não vai se casar com ele enquanto ele não resolver a situação. E não se sinta obrigada a estar sempre com sua família.

Renato – Você não precisa se isolar delas, mas, caso ele seja duro nas atitudes e a pessoa ainda continue insistindo na mesma ação, ela é mau-caráter. Daí você tem de cortar o contato, seja ela sua tia, irmã ou mãe. Se a pessoa não respeita você, não merece seu respeito, tampouco ser presente na sua vida só porque é parente.


  • Camila Dantas / Foto: Fotolia  


reportar erro