Rede aleluia
“Meu coração está dividido”
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 6 de Junho de 2021 - 00:05


“Meu coração está dividido”

“Meu coração está dividido”

A aluna entrou em contato com os professores Renato e Cristiane Cardoso e disse que foi casada durante seis anos com um rapaz com quem tem um filho de três anos. Ela conta que os familiares dela não aceitavam o relacionamento, mas que ela os enfrentou. Contudo, com o passar do tempo, ela descobriu que ele era dependente químico. Ela pensou que ele melhoraria, mas só piorou e eles tiveram até que ficar foragidos. Eles se separaram e, atualmente, ela está noiva de outra pessoa, mas o rapaz ainda a procura. A aluna está com o coração dividido e não sabe se volta com o rapaz ou se dá sequência ao seu casamento.

Aluna – Fui casada com um rapaz durante seis anos e temos um filho de três anos. Desde o começo da relação minha família não o aceitava, mas lutei para ficar com ele. Depois descobri que ele era usuário de drogas. Pensei que ele fosse parar de usá-las, mas isso não aconteceu. Ele cometeu um crime e, por isso, ficamos dois anos foragidos. Fugi com ele e minha família ficou desesperada. Me separei dele e agora ele está preso, mas continua o mesmo de antes. Conheci uma pessoa maravilhosa que cuida do meu filho e é evangélico, mas o meu ex quer voltar comigo e diz que me ama. Estou com o casamento marcado e quero ter uma vida correta com Deus, mas não sei se fico com meu ex ou se caso com alguém que cuida de mim.

Renato – A primeira decisão que você tem que tomar é cancelar o casamento. Você não deve ir em frente com o coração dividido como você está. Seria uma grande injustiça com seu noivo se você fizer isso com ele. Isso é o que você deve fazer, se quiser aceitar o nosso conselho. Se você olhar para trás vai entender que sua vida está do jeito que está porque você não ouviu seus pais e os enfrentou, ou seja, você não escutou pessoas maduras que amam você e foi em frente com uma pessoa que nem conhecia bem, tanto que você só soube depois que ele era dependente de drogas. No passado, você seguiu seu coração bandido que a levou ao sofrimento e que ainda está prendendo você a essa pessoa que não mudou e que está presa. Está tudo errado.

Cristiane – Não é pelo fato dele estar preso que ele não mudou, pois muitos mudam lá dentro da prisão. Mas ele demonstra que não mudou. E não é porque alguém está em uma igreja que também está mudada. Novamente você está tentando dar um jeitinho e não está colocando fé no seu relacionamento atual. Você vê que seu noivo tem as qualidades que você precisa, mas você ainda tem uma “queda” pelo seu ex. Então, se você casar com seu noivo, daqui a um tempo vai começar a pensar no ex, como muitas pessoas fazem. Você está tentando corrigir erros que cometeu no passado e o que passou não pode ser consertado. Você já os cometeu e teve um filho. Então, o que você tem que corrigir é o presente. Busque ajuda para se tratar e se curar. Avalie o fato de você estar pensando em seu ex, mesmo com tudo o que vocês passaram juntos, e que revela que você não está bem e pronta para um novo relacionamento. Não pense que tem que dar um novo pai para seu filho, porque você tem que se corrigir internamente e se curar. Nossa recomendação é que você desmanche o noivado, converse com esse rapaz e diga a ele que precisa de um tempo para se curar.

Renato – Seja honesta com ele e diga o que está acontecendo. Se ele for inteligente, ele vai respeitar seu tempo. Se ele for tão emotivo quanto você, vai falar que é melhor se casarem mesmo assim. Aí vai ser um sinal de que vocês dois não estão prontos. Se ele estiver com a cabeça no lugar, ele vai entender. Você tem que se curar, colocar a cabeça no lugar e aprender o amor inteligente, que é dirigido pela cabeça e não pelo coração. Leia o livro Namoro Blindado e vá à Terapia do Amor.


“Meu coração está dividido”
  • Kaline Tascin / Foto: Getty images 


reportar erro