Rede aleluia
Mais de 70% dos homens brasileiros são ansiosos
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
GaranhunsRecife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCaraguatatubaCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 3 de Julho de 2022 - 00:05


Mais de 70% dos homens brasileiros são ansiosos

Problemas mentais e psicológicos têm afetado nossa sociedade. O homem inteligente precisa saber reconhecê-los e combatê-los

Mais de 70% dos homens brasileiros são ansiosos

Há diversos males que atingem os homens hoje em dia. Não são poucos os que estão sem expectativas profissionais, contraíram dívidas e estão sob estresse. Mais do que isso, boa parcela deles sofre com problemas que afetam o seu lado mental e emocional, como ansiedade, depressão e crises de pânico: situações que parecem contribuir cada vez mais para a derrocada do homem de modo geral.

Uma pesquisa realizada pelo Instituto Ideia e divulgada em maio deste ano nos dá sinais de alerta acerca do assunto. Ela aponta que 74% dos homens entrevistados são ansiosos e têm sintomas graves de problemas de saúde mental, além de indicar que 34% têm depressão e 26% estão sofrendo com crises de pânico. O pior é que, mesmo nesse contexto, o homem cuida pouco da própria saúde: 44% não praticam exercícios (o que ajudaria, inclusive, a combater problemas psicológicos) e apenas 16% já procuraram auxílio em terapias para tratar da saúde mental.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) define que a saúde mental é um estado de bem-estar no qual um indivíduo percebe as suas próprias habilidades, pode lidar com os estresses cotidianos, trabalhar produtivamente e é capaz de contribuir para a sua comunidade. Contudo muitos homens creem que procurar ajuda para fortalecer sua saúde mental depõe contra a sua masculinidade.

É fato que muitos desses problemas podem ter raízes profundas que vão desde a criação que receberam, ensinando a eles uma cultura equivocada, passam pela falta de referência paterna e chegam até a situações cotidianas, com as quais muitos homens não estão conseguindo lidar de forma adequada. Há quem se ampare tanto nos problemas passados como nos atuais como forma de justificar a falta de força para mudar sua conduta, mas, mesmo considerando que não é algo fácil de fazer, é necessário buscar ajuda.

A grande questão é que homens têm, primeiro, dificuldade de reconhecer que estão com problemas – ainda mais os que envolvem a sua psique – e demoram a buscar ajuda ou simplesmente não recorrem a ninguém para poder melhorar.

Um ser completo
Falta a muitos homens o entendimento que cada pessoa é formada pela união de alma, corpo e espírito. Se há desequilíbrio em alguma dessas áreas, todas as outras serão afetadas também. Na realidade, o homem precisa desacelerar sua vida – o que não é fácil – e movimentar o corpo com práticas esportivas, manter uma dieta saudável e equilibrada, contato com amigos e familiares, além de se desligar do que propaga a ansiedade, a depressão e o pânico, como as telas do celular e da TV.

Informe-se a respeito de instituições médicas que podem ajudá-lo, mas dê atenção especial ao lado espiritual. Mais do que isso, tente entender que, se você está com algum problema dessa ordem, deve buscar uma comunhão com Deus. Afinal, ter um relacionamento concreto com Ele é o verdadeiro antídoto para problemas mentais e espirituais como a depressão, a ansiedade e o pânico.

A Universal mantém o grupo Depressão Tem Cura (DTC) como forma de auxiliar quem passa por esses problemas. Até o homem mais turrão pode participar e buscar ajuda sem se sentir envergonhado. Se você percebe que está apresentando algum sintoma de problemas desse tipo, procure hoje mesmo a Universal mais próxima e encontre a ajuda necessária.


Mais de 70% dos homens brasileiros são ansiosos
  • Eduardo Prestes / Arte: Eder Santos 


reportar erro