Rede aleluia
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 24 de março de 2017 - 03:05


Leia a Bíblia em 1 ano – 83º dia

Êxodo 34, João 14 e Provérbios 11

“O meu povo está sendo destruído, porque lhe falta o conhecimento…” Oséias 4.6

Conhecer a Bíblia é muito importante para todos nós, especialmente nos momentos mais difíceis de nossas vidas, pois Deus fala conosco por meio de Sua Palavra. O Espírito Santo nos conduz, nos orienta, e quando passamos por tribulações, Ele nos faz lembrar do que está escrito na Bíblia, de uma Palavra de Deus que nos conforte. Mas só nos lembraremos se tivermos conhecimento Dela.

Por isso, elaboramos um plano para que você leia a Bíblia em 1 ano. Se você ainda não começou, clique aqui e comece agora, não deixe para amanhã. Você verá o quanto isso transformará a sua vida.

Se você já está nesse propósito, acompanhe a leitura de hoje:

Êxodo 34

1. Então disse o Senhor a Moisés: Lavra duas tábuas de pedra, como as primeiras; e eu escreverei nas tábuas as mesmas palavras que estavam nas primeiras tábuas, que tu quebraste.

2. E prepara-te para amanhã, para que subas pela manhã ao monte Sinai, e ali põe-te diante de mim no cume do monte.

3. E ninguém suba contigo, e também ninguém apareça em todo o monte; nem ovelhas nem bois se apascentem defronte do monte.

4. Então Moisés lavrou duas tábuas de pedra, como as primeiras; e levantando-se pela manhã de madrugada, subiu ao monte Sinai, como o Senhor lhe tinha ordenado; e levou as duas tábuas de pedra nas suas mãos.

5. E o Senhor desceu numa nuvem e se pôs ali junto a ele; e ele proclamou o nome do Senhor.

6. Passando, pois, o Senhor perante ele, clamou: O Senhor, o Senhor Deus, misericordioso e piedoso, tardio em irar-se e grande em beneficência e verdade;

7. Que guarda a beneficência em milhares; que perdoa a iniqüidade, e a transgressão e o pecado; que ao culpado não tem por inocente; que visita a iniqüidade dos pais sobre os filhos e sobre os filhos dos filhos até a terceira e quarta geração.

8. E Moisés apressou-se, e inclinou a cabeça à terra, adorou,

9. E disse: Senhor, se agora tenho achado graça aos teus olhos, vá agora o Senhor no meio de nós; porque este é povo de dura cerviz; porém perdoa a nossa iniqüidade e o nosso pecado, e toma-nos por tua herança.

10. Então disse: Eis que eu faço uma aliança; farei diante de todo o teu povo maravilhas que nunca foram feitas em toda a terra, nem em nação alguma; de maneira que todo este povo, em cujo meio tu estás, veja a obra do Senhor; porque coisa terrível é o que faço contigo.

11. Guarda o que eu te ordeno hoje; eis que eu lançarei fora diante de ti os amorreus, e os cananeus, e os heteus, e os perizeus, e os heveus e os jebuseus.

12. Guarda-te de fazeres aliança com os moradores da terra aonde hás de entrar; para que não seja por laço no meio de ti.

13. Mas os seus altares derrubareis, e as suas estátuas quebrareis, e os seus bosques cortareis.

14. Porque não te inclinarás diante de outro deus; pois o nome do Senhor é Zeloso; é um Deus zeloso.

15. Para que não faças aliança com os moradores da terra, e quando eles se prostituírem após os seus deuses, ou sacrificarem aos seus deuses, tu, como convidado deles, comas também dos seus sacrifícios,

16. E tomes mulheres das suas filhas para os teus filhos, e suas filhas, prostituindose com os seus deuses, façam que também teus filhos se prostituam com os seus deuses.

17. Não te farás deuses de fundição.

18. A festa dos pães ázimos guardarás; sete dias comerás pães ázimos, como te tenho ordenado, ao tempo apontado do mês de Abibe; porque no mês de Abibe saíste do Egito.

19. Tudo o que abre a madre meu é, até todo o teu gado, que seja macho, e que abre a madre de vacas e de ovelhas;

20. O burro, porém, que abrir a madre, resgatarás com um cordeiro; mas, se o não resgatares, cortar-lhe-ás a cabeça; todo o primogênito de teus filhos resgatarás. E ninguém aparecerá vazio diante de mim.

21. Seis dias trabalharás, mas ao sétimo dia descansarás: na aradura e na sega descansarás.

22. Também guardarás a festa das semanas, que é a festa das primícias da sega do trigo, e a festa da colheita no fim do ano.

23. Três vezes ao ano todos os homens aparecerão perante o Senhor Deus, o Deus de Israel;

24. Porque eu lançarei fora as nações de diante de ti, e alargarei o teu território; ninguém cobiçará a tua terra, quando subires para aparecer três vezes no ano diante do Senhor teu Deus.

25. Não sacrificarás o sangue do meu sacrifício com pão levedado, nem o sacrifício da festa da páscoa ficará da noite para a manhã.

26. As primícias dos primeiros frutos da tua terra trarás à casa do Senhor teu Deus; não cozerás o cabrito no leite de sua mãe.

27. Disse mais o Senhor a Moisés: Escreve estas palavras; porque conforme ao teor destas palavras tenho feito aliança contigo e com Israel.

28. E esteve ali com o Senhor quarenta dias e quarenta noites; não comeu pão, nem bebeu água, e escreveu nas tábuas as palavras da aliança, os dez mandamentos.

29. E aconteceu que, descendo Moisés do monte Sinai trazia as duas tábuas do testemunho em suas mãos, sim, quando desceu do monte, Moisés não sabia que a pele do seu rosto resplandecia, depois que falara com ele.

30. Olhando, pois, Arão e todos os filhos de Israel para Moisés, eis que a pele do seu rosto resplandecia; por isso temeram chegar-se a ele.

31. Então Moisés os chamou, e Arão e todos os príncipes da congregação tornaram-se a ele; e Moisés lhes falou.

32. Depois chegaram também todos os filhos de Israel; e ele lhes ordenou tudo o que o Senhor falara com ele no monte Sinai.

33. Assim que Moisés acabou de falar com eles, pôs um véu sobre o seu rosto.

34. Porém, entrando Moisés perante o Senhor, para falar com ele, tirava o véu até sair; e, saindo, falava com os filhos de Israel o que lhe era ordenado.

35. Assim, pois, viam os filhos de Israel o rosto de Moisés, e que resplandecia a pele do seu rosto; e tornava Moisés a pôr o véu sobre o seu rosto, até entrar para falar com ele.

João 14

1. Não se turbe o vosso coração; credes em Deus, crede também em mim.

2. Na casa de meu Pai há muitas moradas; se não fosse assim, eu vo-lo teria dito. Vou preparar-vos lugar.

3. E quando eu for, e vos preparar lugar, virei outra vez, e vos levarei para mim mesmo, para que onde eu estiver estejais vós também.

4. Mesmo vós sabeis para onde vou, e conheceis o caminho.

5. Disse-lhe Tomé: Senhor, nós não sabemos para onde vais; e como podemos saber o caminho?

6. Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim.

7. Se vós me conhecêsseis a mim, também conheceríeis a meu Pai; e desde agora o conheceis, e o tendes visto.

8. Disse-lhe Filipe: Senhor, mostra-nos o Pai, o que nos basta.

9. Disse-lhe Jesus: Estou há tanto tempo convosco, e não me tendes conhecido, Filipe? Quem me vê a mim vê o Pai; e como dizes tu: Mostra-nos o Pai?

10. Não crês tu que eu estou no Pai, e que o Pai está em mim? As palavras que eu vos digo não as digo de mim mesmo, mas o Pai, que está em mim, é quem faz as obras.

11. Crede-me que estou no Pai, e o Pai em mim; crede-me, ao menos, por causa das mesmas obras.

12. Na verdade, na verdade vos digo que aquele que crê em mim também fará as obras que eu faço, e as fará maiores do que estas, porque eu vou para meu Pai.

13. E tudo quanto pedirdes em meu nome eu o farei, para que o Pai seja glorificado no Filho.

14. Se pedirdes alguma coisa em meu nome, eu o farei.

15. Se me amais, guardai os meus mandamentos.

16. E eu rogarei ao Pai, e ele vos dará outro Consolador, para que fique convosco para sempre;

17. O Espírito de verdade, que o mundo não pode receber, porque não o vê nem o conhece; mas vós o conheceis, porque habita convosco, e estará em vós.

18. Não vos deixarei órfãos; voltarei para vós.

19. Ainda um pouco, e o mundo não me verá mais, mas vós me vereis; porque eu vivo, e vós vivereis.

20. Naquele dia conhecereis que estou em meu Pai, e vós em mim, e eu em vós.

21. Aquele que tem os meus mandamentos e os guarda esse é o que me ama; e aquele que me ama será amado de meu Pai, e eu o amarei, e me manifestarei a ele.

22. Disse-lhe Judas (não o Iscariotes): Senhor, de onde vem que te hás de manifestar a nós, e não ao mundo?

23. Jesus respondeu, e disse-lhe: Se alguém me ama, guardará a minha palavra, e meu Pai o amará, e viremos para ele, e faremos nele morada.

24. Quem não me ama não guarda as minhas palavras; ora, a palavra que ouvistes não é minha, mas do Pai que me enviou.

25. Tenho-vos dito isto, estando convosco.

26. Mas aquele Consolador, o Espírito Santo, que o Pai enviará em meu nome, esse vos ensinará todas as coisas, e vos fará lembrar de tudo quanto vos tenho dito.

27. Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou; não vo-la dou como o mundo a dá. Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize.

28. Ouvistes que eu vos disse: Vou, e venho para vós. Se me amásseis, certamente exultaríeis porque eu disse: Vou para o Pai; porque meu Pai é maior do que eu.

29. Eu vo-lo disse agora antes que aconteça, para que, quando acontecer, vós acrediteis.

30. Já não falarei muito convosco, porque se aproxima o príncipe deste mundo, e nada tem em mim;

31. Mas é para que o mundo saiba que eu amo o Pai, e que faço como o Pai me mandou. Levantai-vos, vamo-nos daqui.

Provérbios 11

1. Balança enganosa é abominação para o Senhor, mas o peso justo é o seu prazer.

2. Em vindo a soberba, virá também a afronta; mas com os humildes está a sabedoria.

3. A sinceridade dos íntegros os guiará, mas a perversidade dos aleivosos os destruirá.

4. De nada aproveitam as riquezas no dia da ira, mas a justiça livra da morte.

5. A justiça do sincero endireitará o seu caminho, mas o perverso pela sua falsidade cairá.

6. A justiça dos virtuosos os livrará, mas na sua perversidade serão apanhados os iníquos.

7. Morrendo o homem perverso perece sua esperança, e acaba-se a expectação de riquezas.

8. O justo é libertado da angústia, e vem o ímpio para o seu lugar.

9. O hipócrita com a boca destrói o seu próximo, mas os justos se libertam pelo conhecimento.

10. No bem dos justos exulta a cidade; e perecendo os ímpios, há júbilo.

11. Pela bênção dos homens de bem a cidade se exalta, mas pela boca dos perversos é derrubada.

12. O que despreza o seu próximo carece de entendimento, mas o homem entendido se mantém calado.

13. O mexeriqueiro revela o segredo, mas o fiel de espírito o mantém em oculto.

14. Não havendo sábios conselhos, o povo cai, mas na multidão de conselhos há segurança.

15. Decerto sofrerá severamente aquele que fica por fiador do estranho, mas o que evita a fiança estará seguro.

16. A mulher graciosa guarda a honra como os violentos guardam as riquezas.

17. O homem bom cuida bem de si mesmo, mas o cruel prejudica o seu corpo.

18. O ímpio faz obra falsa, mas para o que semeia justiça haverá galardão fiel.

19. Como a justiça encaminha para a vida, assim o que segue o mal vai para a sua morte.

20. Abominação ao Senhor são os perversos de coração, mas os de caminho sincero são o seu deleite.

21. Ainda que junte as mãos, o mau não ficará impune, mas a semente dos justos será liberada.

22. Como jóia de ouro no focinho de uma porca, assim é a mulher formosa que não tem discrição.

23. O desejo dos justos é tão somente para o bem, mas a esperança dos ímpios é criar contrariedades.

24. Ao que distribui mais se lhe acrescenta, e ao que retém mais do que é justo, é para a sua perda.

25. A alma generosa prosperará e aquele que atende também será atendido.

26. Ao que retém o trigo o povo amaldiçoa, mas bênção haverá sobre a cabeça do que o vende.

27. O que cedo busca o bem, busca favor, mas o que procura o mal, esse lhe sobrevirá.

28. Aquele que confia nas suas riquezas cairá, mas os justos reverdecerão como a folhagem.

29. O que perturba a sua casa herdará o vento, e o tolo será servo do sábio de coração.

30. O fruto do justo é árvore de vida, e o que ganha almas é sábio.

31. Eis que o justo recebe na terra a retribuição; quanto mais o ímpio e o pecador!

O que você aprendeu com a leitura de hoje? Deixe o seu comentário.

E não desanime. Continue firme para ler a Bíblia em 1 ano, aqui no Universal.org.

Acompanhe a leitura do 82º dia clicando aqui.

Acompanhe a leitura do 84º dia clicando aqui.

Se você ainda não começou, clique aqui e comece agora, não deixe para amanhã.


  • Da Redação 


reportar erro