Rede aleluia

Notícias | 13 de dezembro de 2018 - 00:22


Haddad perde na justiça e é condenado a pagar indenização ao Bispo Macedo

O petista terá que desembolsar mais de 79 mil reais. Saiba mais

O ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), foi condenado a pagar uma indenização de mais de 79 mil reais ao Bispo Edir Macedo. A decisão partiu do juiz Marco Antonio Botto Muscari, da 6° Vara Cível de São Paulo, nesta quarta-feira (12).
Em sua condenação, o juiz questionou os conhecimentos do ex-prefeito, que sempre fez questão de ressaltar sua escolaridade. “Será que um bacharel, mestre e doutor pela USP, ex-prefeito da maior cidade do País […] imagina que chamar líder religioso de charlatão e faminto por dinheiro não é conduta capaz de ofender o patrimônio ideal do conhecido bispo?”, disse o magistrado em sua sentença.
O juiz ainda esclareceu que não ser simpatizante da Universal e do bispo é um direito de todos. Contudo, “o que não se pode, em hipótese alguma, é atribuir ao bispo características incompatíveis com a liderança que exerce perante milhões e milhões de cidadãos”, pontuou o juiz.

Conduta Indefensável

Todavia, Fernando Haddad apresentou defesa, fundamentando-se em mais preconceito. “Ainda com finalidade de contextualizar os fatos narrados na ação, é de conhecimento público e notório que membros da Universal utilizam métodos e estratégias para pedir dinheiro”, dizia sua defesa.
O juiz, no entanto, rejeitou sua apelação, sobretudo, em nome da ordem e decência no judiciário brasileiro. “Se o judiciário tolerar práticas desse jaez e acolher a alegação de que tudo isso é normal, em breve descambaremos para um estado de barbárie jurídica em que vale tudo”, concluiu o juiz.
De acordo com a sentença, o petista terá que fazer um texto de retratação, caso contrário, pagar R$ 1.000 reais de multa por dia. O Bispo Edir Macedo doará o valor integralmente às causas sociais.
A decisão é de primeira instância. Haddad pode recorrer ao Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo.

Entenda o caso

Durante o segundo turno da campanha presidencial, o Bispo Edir Macedo declarou em uma rede social apoio a Jair Bolsonaro. Uma declaração, sobretudo, que causou burburinho entre a chapa Haddad e Manuela.
O ex-prefeito classificou Bolsonaro como “faminto por dinheiro”, com apoio do Bispo Edir Macedo. A declaração aconteceu após sua participação em uma missa, na zona sul de São Paulo, no dia 12 de outubro.
“Sabe o que é o Bolsonaro? Ele é o casamento do neoliberalismo desalmado, representado por Paulo Guedes, […] com o fundamentalismo charlatão do Edir Macedo. Isso é o Bolsonaro”, declarou.
Inegavelmente, uma tentativa desesperada de abocanhar eleitores, visto que Jair Bolsonaro crescia exponencialmente nas pesquisas de intenções de voto.
Leia também: Justiça determina que Haddad apague ofensas ao Bispo Edir Macedo


  • Rafaela Dias / Fotos: Fernando Frazão/Agência Brasil 



reportar erro