Rede aleluia
Haddad perde na justiça e é condenado a pagar indenização ao Bispo Macedo
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
GaranhunsRecife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCaraguatatubaCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
Baln. CamboriúBlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 13 de Dezembro de 2018 - 00:22


Haddad perde na justiça e é condenado a pagar indenização ao Bispo Macedo

O petista terá que desembolsar mais de 79 mil reais. Saiba mais

Haddad perde na justiça e é condenado a pagar indenização ao Bispo Macedo

O ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), foi condenado a pagar uma indenização de mais de 79 mil reais ao Bispo Edir Macedo. A decisão partiu do juiz Marco Antonio Botto Muscari, da 6° Vara Cível de São Paulo, nesta quarta-feira (12).
Em sua condenação, o juiz questionou os conhecimentos do ex-prefeito, que sempre fez questão de ressaltar sua escolaridade. “Será que um bacharel, mestre e doutor pela USP, ex-prefeito da maior cidade do País […] imagina que chamar líder religioso de charlatão e faminto por dinheiro não é conduta capaz de ofender o patrimônio ideal do conhecido bispo?”, disse o magistrado em sua sentença.
O juiz ainda esclareceu que não ser simpatizante da Universal e do bispo é um direito de todos. Contudo, “o que não se pode, em hipótese alguma, é atribuir ao bispo características incompatíveis com a liderança que exerce perante milhões e milhões de cidadãos”, pontuou o juiz.

Conduta Indefensável

Todavia, Fernando Haddad apresentou defesa, fundamentando-se em mais preconceito. “Ainda com finalidade de contextualizar os fatos narrados na ação, é de conhecimento público e notório que membros da Universal utilizam métodos e estratégias para pedir dinheiro”, dizia sua defesa.
O juiz, no entanto, rejeitou sua apelação, sobretudo, em nome da ordem e decência no judiciário brasileiro. “Se o judiciário tolerar práticas desse jaez e acolher a alegação de que tudo isso é normal, em breve descambaremos para um estado de barbárie jurídica em que vale tudo”, concluiu o juiz.
De acordo com a sentença, o petista terá que fazer um texto de retratação, caso contrário, pagar R$ 1.000 reais de multa por dia. O Bispo Edir Macedo doará o valor integralmente às causas sociais.
A decisão é de primeira instância. Haddad pode recorrer ao Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo.

Entenda o caso

Durante o segundo turno da campanha presidencial, o Bispo Edir Macedo declarou em uma rede social apoio a Jair Bolsonaro. Uma declaração, sobretudo, que causou burburinho entre a chapa Haddad e Manuela.
O ex-prefeito classificou Bolsonaro como “faminto por dinheiro”, com apoio do Bispo Edir Macedo. A declaração aconteceu após sua participação em uma missa, na zona sul de São Paulo, no dia 12 de outubro.
“Sabe o que é o Bolsonaro? Ele é o casamento do neoliberalismo desalmado, representado por Paulo Guedes, […] com o fundamentalismo charlatão do Edir Macedo. Isso é o Bolsonaro”, declarou.
Inegavelmente, uma tentativa desesperada de abocanhar eleitores, visto que Jair Bolsonaro crescia exponencialmente nas pesquisas de intenções de voto.
Leia também: Justiça determina que Haddad apague ofensas ao Bispo Edir Macedo


Haddad perde na justiça e é condenado a pagar indenização ao Bispo Macedo
  • Rafaela Dias / Fotos: Fernando Frazão/Agência Brasil 


reportar erro