Rede aleluia
Há algo que tem impedido muitas pessoas de chegarem a Deus
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 7 de Maio de 2021 - 14:49


Há algo que tem impedido muitas pessoas de chegarem a Deus

Confira esta mensagem do Bispo Renato Cardoso e medite

Há algo que tem impedido muitas pessoas de chegarem a Deus

A religiosidade pode ser muito pior do que o ateísmo. Porque a pessoa que não crê em Deus, pelo menos, é sincera: tem a consciência de que não possui um relacionamento com Ele e abertamente declara que não deseja ter. Além disso, ainda há a esperança de que uma fé, vinda do Espírito Santo, seja despertada dentro do ateu.

Entretanto, o religioso se autoengana e tenta enganar os outros aparentando uma falsa espiritualidade. Ele acredita que vive uma aliança com o Altíssimo e quer mostrar para as pessoas sobre isso, mas, na verdade, não percebe que está longe de Deus.

Vale observar, igualmente, que o Senhor Jesus, quando esteve em forma de homem nesta Terra, não condenou nenhum perfil a não ser aqueles que viviam na hipocrisia espiritual.

As consequências da hipocrisia

Durante a programação “Inteligência e fé”, do dia 6 de maio, o Bispo Renato Cardoso observou que na Bíblia encontramos um grande exemplo de religiosidade: Ló, o sobrinho de Abraão.

Em Gênesis 19, vemos o triste fim de Ló. Ele havia abandonado Abraão, que posteriormente veio a ser conhecido como o pai da fé, por causa de uma ganância, envolveu-se com o povo terrível de Sodoma e perdeu tudo o que tinha, até a sua família.

Quando dois anjos vieram até Ló, ele se inclinou para eles de joelhos. “Você vê que esta atitude de Ló – de fisicamente assumir uma posição religiosa, de submissão, de servo de Deus – não condiz com o resto do capítulo”, analisou o Bispo Renato. Porque, Ló relutou em atender a orientação que os anjos lhe deram.

Em outras palavras, o que estava no exterior de Ló não condizia com o que estava em seu interior.

O problema de Ló é que ele era falso, hipócrita, religioso, ganancioso, indeciso na fé e medroso.

Lembre-se: a religiosidade é um passo mais próximo para o inferno. Porque são pessoas que se enganam e gostam de enganar os outros com a sua aparência.

“Deus não está buscando atores ou atrizes, pessoas que venham encenar algo que não são. Deus não está na plateia de um teatro. Ele não se impressiona com habilidades teatrais. Deus conhece o que está dentro de cada um de nós. E o que Ele busca é a verdade, a honestidade, a sinceridade (mesmo com erros e falhas)”, concluiu o Bispo.

Portanto, faça uma autoavaliação sincera e, se for o caso, mude a sua atitude enquanto há tempo.

Confira esta mensagem na íntegra no vídeo abaixo:


Há algo que tem impedido muitas pessoas de chegarem a Deus
  • Da Redação / Foto: Getty Images 


reportar erro