Rede aleluia
Grande batismo nas águas em São Tomé e Príncipe
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
GaranhunsRecife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCaraguatatubaCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
Baln. CamboriúBlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 27 de Janeiro de 2019 - 00:05


Grande batismo nas águas em São Tomé e Príncipe

Cerca de 400 pessoas deram início a uma nova vida. Veja como foi

Grande batismo nas águas em São Tomé e Príncipe

Em 29 de dezembro, a Universal de São Tomé e Príncipe realizou um grande batismo nas águas em uma praia localizada no centro de São Tomé. Cerca de 400 pessoas, vindas de várias localidades do país, desceram às águas.

De acordo com o Bispo Rangel, responsável pela Universal no país, a iniciativa teve o objetivo de preparar aqueles que estavam dispostos a se entregar por completo a Deus, pois o batismo nas águas é o primeiro passo a ser dado por todos que desejam de fato assumir um compromisso com o Senhor Jesus.

“O batismo nas águas é a separação definitiva do homem da sua vida terrena. É o início de uma nova vida como um cristão. É mais do que uma cerimônia pública de conversão ao Senhor Jesus. Ele significa que o mundo está completamente morto para nós. Deixamos de ter em nós a velha natureza pecaminosa”, destacou o Bispo.

Ele ressaltou ainda que a importância do batismo é tanta que foi uma das primeiras instruções do Senhor Jesus aos discípulos. Para isso, citou as passagens bíblicas: “Ide, portanto, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo.” (Mateus, 28.19) e “Quem crer e for batizado será salvo; mas quem não crer será condenado.” (Marcos, 16.16).

Batismo em massa
São Tomé e Príncipe é um país localizado ao largo da costa ocidental da África, no Golfo da Guiné. Ele é formado por duas ilhas principais: a Ilha de São Tomé e a Ilha do Príncipe, além de outras menores.

O português é a língua oficial do país, que tem 95% da sua população cristã, sendo que a maioria é católica. Eles sobrevivem de agricultura e pesca.

De acordo com o Bispo Rangel, o povo são-tomeense é acolhedor, bem parecido com o brasileiro, e aceita facilmente a Palavra de Deus. Mas, assim como o brasileiro, é um povo sofrido e, como os habitantes de vários lugares do mundo, passa por muitos problemas financeiros, de saúde e familiares.


Grande batismo nas águas em São Tomé e Príncipe
  • Jeane Vidal / Fotos: Cedidas 


reportar erro