Rede aleluia
“Eliminamos a COVID-19”, anuncia Nova Zelândia
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 28 de abril de 2020 - 16:06


“Eliminamos a COVID-19”, anuncia Nova Zelândia

Primeira-ministra do país declara vitória sobre a pandemia

“Eliminamos a COVID-19”, anuncia Nova Zelândia

A primeira-ministra da Nova Zelândia Jacinda Ardern anunciou, na última segunda-feira (27), que o país eliminou a COVID-19. Há 28 dias não é registrado um novo caso da doença.

“Isso nos dá a confiança de que alcançamos o nosso objetivo de eliminar, o que nunca significou chegar a zero casos. E, sim, significa que nós sabemos onde nascem os novos casos da doença”, afirmou Ardern.

A Nova Zelândia registrou, ao todo, 1472 casos de COVID-19. Foram 1214 recuperados e 19 mortes. Conforme anunciou o Ministério da Saúde neozelandês, o país tem uma taxa de cura de 82%.

Boa notícia para o mundo

À CNN britânica, o professor Michael Baker, do Departamento de Saúde Pública da Universidade de Otago (Nova Zelândia), ressaltou que o caso neozelandês é uma lição para o mundo. Uma prova de que é possível vencer o vírus.

coronavirus nova zelandia (1)

Baker conta que a localização insular da Nova Zelândia (foto ao lado) ajudou no combate à pandemia. Para ele, porém, os outros países também têm condições de alcançar o mesmo sucesso no combate à doença.

“Na Nova Zelândia houve uma maravilhosa conexão entre boa Ciência e liderança brilhante. E eu acredito que esses dois fatores, juntos, é o que realmente tem eficiência”, afirmou.

Essa não é a única boa notícia da semana. Wuhan, província chinesa onde a pandemia nasceu, anunciou no último domingo (26), que já não há pacientes internados por conta da COVID-19. Ali, há mais de 20 dias não há o registro de um novo caso. Clique aqui para ler como está a região.


“Eliminamos a COVID-19”, anuncia Nova Zelândia
  • Andre Batista / Fotos: Getty Images 


reportar erro