Rede aleluia
Doação de alimentos ajuda a suprir falta de merenda
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 19 de julho de 2020 - 00:05


Doação de alimentos ajuda a suprir falta de merenda

Em todo o Brasil, voluntários arrecadaram e doaram 174 toneladas de alimentos para famílias de estudantes carentes e outros grupos de pessoas vulneráveis

Doação de alimentos ajuda a suprir falta de merenda

De acordo com o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), a merenda escolar beneficia 41 milhões de estudantes da creche até a educação de jovens e adultos. Sem frequentar a escola por causa da pandemia da Covid-19, alunos sofrem com a ausência de uma boa alimentação – mesmo com a distribuição paliativa do kit merenda.

Para ajudar a suprir essa e outras carências da população atingida pela crise, desde o início da quarentena, os Auxiliares da Terapia do Amor, grupo mantido pela Igreja Universal do Reino de Deus, beneficiaram mais de 25 mil famílias com a doação de 174 toneladas de alimentos.

“As pessoas estão vivendo uma situação de calamidade. Muitas, além de perder o emprego, não podem sair em busca de trabalho, outras estão no grupo de risco e algumas têm filhos pequenos e não têm com quem deixá-los para fazer isso. Elas estão encurraladas, sem saber o que fazer. Além disso, muitos alunos só tinham a refeição na escola e agora, sem acesso à merenda escolar, estão desamparados”, diz o responsável pelo trabalho social do grupo, Walber Barboza.

As escolas procuraram os voluntários para ajudar as famílias de alunos que são mais carentes. De acordo com a quantidade de famílias informada pela escola, o grupo leva as doações à instituição. Barboza conta que, atendendo a um pedido da Escola Estadual Doutora Zilda Arns Neumann, os voluntários levaram cestas básicas para amparar famílias que têm enfrentado dificuldades financeiras. “Fizemos a doação para uma mãe de seis filhos. Ela tem vivido da ajuda de pessoas.”

Com cerca de 10 mil voluntários envolvidos nas ações sociais em todo o País, o grupo doou até o momento 21 mil cestas básicas, fardos de água, kits de higiene pessoal, roupas, sapatos, luvas, máscaras e álcool em gel.

O grupo é formado por voluntários que ajudam na propagação do conteúdo ensinado nas palestras da Terapia do Amor, realizadas às quintas-feiras, nas sedes da Universal, que ajudam casais e solteiros a serem bem-sucedidos na vida amorosa.


Doação de alimentos ajuda a suprir falta de merenda
  • UNICom / Fotos: Cedidas 


reportar erro