Rede aleluia
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 7 de fevereiro de 2019 - 10:14


Depressão não é frescura

Todas as sextas-feiras, na Universal, é realizada uma reunião especial para combater esse mal. Saiba mais

O pedido de ajuda acima foi feito por uma internauta na página oficial da Universal no Facebook. Assim como ela, milhares de pessoas têm sofrido com a depressão, também conhecida como a doença do século.

O que muitos não sabem é que a depressão é uma doença silenciosa, solitária e assassina. Geralmente, quem convive com uma pessoa depressiva não consegue perceber que aquele alguém está deprimido até que seja tarde demais. Outros, porém, tratam a doença apenas como “frescura”.

Mas, será que sentir uma irritação constante, ter dificuldades de concentração, ficar com o humor rebaixado persistente, sentir um aperto no peito, angústia, tristeza, ou ainda sentir-se culpado por tudo o que dá errado, ter excesso ou falta de sono, fome ou ausência de apetite, desinteresse, falta de perspectiva e pensamentos suicidas seriam apenas atos de sentimentalismo?

No programa “Inteligência e Fé”, transmitido todas as manhãs pela rede Aleluia de Rádio, o Bispo Renato Cardoso tem abordado o assunto. Ele afirma, no entanto, que a depressão não é frescura e quem sofre com a doença precisa, sim, de ajuda.

“Depressão não é frescura e assim como ela entrou na sua vida, ela pode sair, ela não precisa ficar. Veja que são muitos acontecimentos traumáticos e muitas pessoas não têm estrutura para lidar com eles. Com isso, vem a depressão, que é a forma que seu corpo reage para lidar com essa dor. Mas, há saída e nós temos provado isso. Então, quem quiser ficar livre da depressão é só comparecer a uma Universal”, comentou o Bispo.

Cura para a depressão

Se você tem sofrido com a depressão participe da Sessão de Descarrego que acontece às sextas-feiras, na Universal.

“Pessoas estão sendo curadas de depressão em menos de três minutos. Sem remédio, sem tratamento, sem internação e sem custo”, acrescentou o Bispo Renato.

A Sessão de Descarrego acontece às 10h, 15h e 20h. Além do Templo de Salomão, em São Paulo, você também pode participar em uma Universal mais próxima de sua casa (consulte o endereço). E ao meio-dia acontece o Tratamento Para a Cura da Depressão. Participe!


  • Sabrina Marques / Foto: iStock 


reportar erro