Rede aleluia
Cuidado com as “pedras” que causam tropeços espirituais
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 28 de setembro de 2020 - 16:32


Cuidado com as “pedras” que causam tropeços espirituais

Confira esta mensagem do Bispo Renato Cardoso sobre um importante tema da vida cristã

Cuidado com as “pedras” que causam tropeços espirituais

Durante a programação “Inteligência e fé“, do dia 28 de setembro, o Bispo Renato Cardoso relembrou uma mensagem do Senhor Jesus.

“E disse aos discípulos: É impossível que não venham escândalos…” Lucas 17:1

Então, ele explicou que a palavra “escândalos” pode ser encontrada no texto original como “tropeços”. Esta é uma grande referência ao terreno de Israel, que é seco e pedregoso. Por isso, é muito fácil tropeçar em alguma pedra pelo caminho por lá.

Pedras espirituais

O Bispo acrescentou que em sua experiência durante a subida ao Monte Sinai (que fica no Egito, mas tem um terreno parecido), era necessário olhar para frente, entretanto, sem perder de vista o chão em que se pisava. Porque, poderia haver uma pedra. E uma pisada em falso ocasionaria uma torção no pé.

“Os ouvintes do Senhor Jesus entendiam esta mensagem muito melhor do que nós, porque sabiam que caminhar em Israel envolvia olhar para o chão para ver se não tropeçavam em alguma pedra. Assim é a caminhada da fé. Ela é cheia de tropeços. Especialmente para aqueles que querem andar pelo Caminho Estreito, que é Jesus. Os tropeços espirituais são aquelas coisas que vêm para afetar o nosso equilíbrio na fé”, explicou.

Fuja dos tropeços espirituais

Um exemplo seria quando uma amizade, mesmo que muito querida, atrapalha a sua comunhão com Deus. Há homens que em vez de aproveitarem o tempo com a família preferem ficar com os amigos. Igualmente, há mulheres que possuem amigas com ideias contrárias as da fé.

Por isso, é extremamente importante fugir dos tropeços espirituais. Porém, há muitos outros tipos de tropeços e alguns deles são bem sutis. Inclusive, dentro da Igreja. Portanto, não se escandalize com o mau testemunho das pessoas, não deixe que isso prejudique a sua fé.

“Não se esqueça: você não deve ficar olhando nem para a esquerda e nem para a direita. Nosso olhar tem que ser para Jesus, porque Ele nunca vai nos fazer tropeçar”, alertou o Bispo.

Confira a mensagem completa:

Fortaleça a sua alma

Assim, se você deseja se manter firme até o fim, alimente-se de conteúdos que vão edificar a sua fé. Medite na Palavra de Deus, ore, jejue e se envolva com o material disponível no Portal Universal.org, na plataforma Univer Video e nas redes sociais da Universal.


Cuidado com as “pedras” que causam tropeços espirituais
  • Da Redação / Foto: Getty Images 


reportar erro