Rede aleluia
Cuidado com a mágoa: ela prejudica você mesma
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCaraguatatubaCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 12 de Setembro de 2021 - 00:05


Cuidado com a mágoa: ela prejudica você mesma

Entenda por que guardar rancor é uma característica de quem não ainda não tem o coração de Deus

Cuidado com a mágoa: ela prejudica você mesma

Muitas pessoas passam a vida alimentando um sentimento negativo contra alguém devido a uma situação que gerou decepção, dor e tristeza. A mágoa muitas vezes surge após acontecimentos banais e quem a carrega pode até negá-la, mas ela volta à tona de tempos em tempos. Esse sentimento também pode indicar que uma pessoa inveja algo que outra tem. Há mulheres, por exemplo, que ficam magoadas até com o sucesso das amigas.

Carregar mágoas aumenta o risco de doenças cardíacas, enquanto o ato de perdoar protege o coração, como afirmou um estudo realizado pela Universidade do Sul da Flórida, nos Estados Unidos. De acordo com a pesquisa, as pessoas que perdoam têm melhor saúde cardiovascular. Já a falta de perdão prejudica a circulação sanguínea e o funcionamento do órgão.

A mágoa faz mal tanto fisicamente quanto espiritualmente, uma vez que o perdão às pessoas é apontado nas Sagradas Escrituras como a maneira de também ser perdoado por Deus: “Porque, se perdoardes aos homens as suas ofensas, também vosso Pai celestial vos perdoará a vós. Se, porém, não perdoardes aos homens as suas ofensas, também vosso Pai vos não perdoará as vossas ofensas.” (Mateus 6.14-15). Dessa forma, não importa o que alguém tenha feito a você, a mágoa só fará mal e a afastará de Deus.

Em uma recente meditação disponível na plataforma Univer Vídeo, Cristiane Cardoso afirmou que a pessoa que tem o coração de Deus não guarda mágoa. “Se você tem mágoa contra qualquer pessoa, seja ela de Deus ou não, você ainda não tem o coração de Deus.”

Você guarda mágoa?
Cristiane pontuou que muitas pessoas demonstram mágoa em sua forma de falar sobre um fato ocorrido e lembrou de um versículo bíblico que diz que a boca fala do que está cheio o coração. “Você lembra daquilo que aconteceu com certa tristeza e até raiva, e isso é mágoa. Quando você fala de algo que aconteceu, como você diz sobre aquilo? Se você fala com rancor e tristeza, você tem mágoa e aquilo não foi bem resolvido dentro de você. Muitas pessoas dentro da Igreja carregam esse sentimento, falam com Deus, oram, pregam, até dizem que não têm mágoa, mas a forma como falam de algo que lhes aconteceu demonstra mágoa”, alertou.

A mágoa é um sentimento que vem do coração. Assim, se uma pessoa é emotiva, a tendência é que ela sinta as dores da decepção e da injustiça e fique abalada com tudo o que acontece com ela. Porém a mulher de Deus tem sua vida espiritual acima de seu coração, ou seja, acima dos sentimentos. E, mesmo que alguém a tenha ferido, ela não espera um pedido de perdão para perdoar. “Quando você tem o coração de Deus, você não sente o que a pessoa merece, pois, muitas vezes, ela não merece nosso amor e perdão pelo que fez, mas nós temos que amar e perdoar porque nosso coração não está em concordância com o mundo, mas segundo o coração de Deus”, completou Cristiane.

Ela citou o exemplo de Jacó, que foi enganado e explorado pelo sogro, Labão, mas não ficou amargurado. Ela ainda falou sobre José, que padeceu nas mãos de seus irmãos, mas que, ao se reencontrar com eles, anos depois, lhes fez o bem. “Ele não guardou mágoa nem rancor, e esse é o Espírito que todas nós devemos ter. Avalie seu coração, pois, às vezes, algo tão grosseiro como a mágoa, que você sempre pensou não ter, pode estar dentro de você. A sua mágoa distancia você das pessoas, faz você evitar certos lugares, certas pessoas e não a deixa curtir o sucesso de outros”, disse Cristiane.

Por isso, leitora, não permita mais que a mágoa faça parte de você. Perdoar não é uma tarefa fácil, mas, com o auxílio de Deus, é possível superar o sentimentalismo e ter o coração do Altíssimo.


Cuidado com a mágoa: ela prejudica você mesma
  • Kelly Lopes / Foto: Getty images 


reportar erro