Rede aleluia
COVID-19: Amparo social chega para 5 mil desempregados na Inglaterra
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 26 de junho de 2020 - 15:43


COVID-19: Amparo social chega para 5 mil desempregados na Inglaterra

Iniciativa distribui cestas básicas, refeições, cereais, frutas

COVID-19: Amparo social chega para 5 mil desempregados na Inglaterra

Uma iniciativa da Igreja Universal do Reino de Deus da Inglaterra está levando amparo social com a doação de alimentos para desempregados, moradores de ruas e pessoas carentes daquele país. Semanalmente, cerca de 350 famílias são beneficiadas.

Dados do Escritório de Estatísticas Nacionais (ONS, na sigla em inglês) mostram que o número de pedidos de seguro-desemprego no Reino Unido aumentou 59% em abril em relação a março – correspondente ao início da pandemia.

Através do programa social “Soup Kitchen”, todos os sábados, a Universal da Inglaterra distribui cestas básicas, refeições, cereais, frutas e outros vegetais. Ativo há mais de quatro anos, o trabalho social teve início na sede da Universal em Catford. Com a pandemia da COVID-19, foi expandido para Finsbury Park, Kilburn, Peckham, também em Londres, e em Leeds, cidade localizada no norte do país.

Segundo o responsável pelo trabalho social da Universal na Inglaterra, Raphael Lucas Magalhães, as doações costumavam ser destinadas somente a moradores de rua, mas com o lockdown – medida radical de isolamento social –, muitas pessoas começaram a pedir alimentos. “O resultado do trabalho social tem sido tão positivo e bem recebido pela comunidade e autoridades locais, que estamos determinados a continuar o trabalho nas cinco localidades mesmo depois da pandemia, e ainda expandi-lo para outras cidades”.

 Desde o início da pandemia, mais de 5 mil pessoas foram beneficiadas com as doações. Uma delas é Lana Clitherge, que está vivendo em um albergue em Londres.

“Para mim, o ‘Soup Kitchen’ é um salva-vidas. Eu não ganho muito dinheiro no momento e tenho vivido na rua. Se não fosse por essa ajuda, eu não teria nada para comer. Nós precisamos de lugares assim.  Nunca senti tanto amor como nesse programa, sempre fui muito bem recebida”, explica a londrina.

A voluntária Janine Depina, 20, pega um ônibus todos os sábados – tendo o esforço de subir os carrinhos de compra no transporte – para levar suas doações e participar das distribuições. “Eu percebi que muitas pessoas estavam precisando de ajuda nessa pandemia, e como minha família também já passou por dificuldades antes, aprendi a pensar nos demais e me voluntariei para ajudar.”

 Todos os anos, os voluntários do “Soup Kitchen” também realizam uma ceia de fim de ano para os moradores de rua que não tem família.


COVID-19: Amparo social chega para 5 mil desempregados na Inglaterra
  • UNIcom / Imagens: Cedidas 


reportar erro