Rede aleluia
Congresso Renovação reúne líderes evangélicos de diferentes denominações
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
GaranhunsRecife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCaraguatatubaCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
Baln. CamboriúBlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 9 de Dezembro de 2018 - 21:05


Congresso Renovação reúne líderes evangélicos de diferentes denominações

Em reunião com líderes de igrejas evangélicas Bispo Macedo ressalta o cuidado com a Salvação

Congresso Renovação reúne líderes evangélicos de diferentes denominações

O Congresso Renovação, projeto da Universal que reúne líderes evangélicos de diferentes denominações, aconteceu neste sábado, 8 de dezembro, às 9h, na Catedral da Universal do Brás. O encontro foi ministrado pelo Bispo Edir Macedo , que ressaltou a importância da pessoa se manter no Reino dos Céus.
Muitos têm abandonado a fé alegando terem sido injustiçados. Porém,  o Bispo relembrou as injustiças que viveu e vive por causa desse Reino, destacando que, para aqueles que servem a Deus, as injustiças são bênçãos disfarçadas. “Quando somos injustiçados, temos que dar graças a Deus. O apóstolo Paulo falou que, se a nossa injustiça for causa da justiça de Deus, que diremos? As pessoas fazem injustiça com a gente para que Deus faça justiça”, explicou.
O Bispo ainda ressaltou que quanto mais a pessoa de Deus sofre perseguição, mais abençoada é. Além disso, ele aconselhou dizendo que não é preciso se preocupar com os perseguidores, porque, da mesma forma como Abraão era protegido por onde ia, os que servem a Deus também serão.

A interpretação errada da “graça que basta”

Ainda na mensagem do Congresso Renovação, o Bispo alertou que muitos têm vivido na injustiça do pecado e acham que mesmo em tal situação podem se valer da graça Divina. Da mesma forma, há aqueles que ainda usam o versículo bíblico em que Deus diz “a minha graça te basta” de maneira descontextualizada e, consequentemente, de maneira errada.
“O espinho na carne que o apóstolo Paulo pediu para que Deus tirasse e que ainda sim, Ele não retirou, não se tratava de pecado. Mas foi para que, diante de todas as revelações que o apóstolo recebera, ele não ficasse orgulhoso. Em outras palavras, Deus quis dizer ‘a minha graça te basta, mas o espinho fica com você’. Não tem graça para quem está no pecado, pois Deus é Santidade. E fomos chamados para sermos testemunhas. Quando nós servimos a Ele, as pessoas têm que vê-lO em nosso caráter” explicou o Bispo Macedo.

“Castrados espiritualmente”

Fazer a vontade de Deus requer sacrifício constante e, para isso, há quem se “castre” por causa do Reino dos Céus.
“Porque há eunucos que assim nasceram do ventre da mãe; e há eunucos que foram castrados pelos homens; e há eunucos que se castraram a si mesmos, por causa do reino dos céus. Quem pode receber isto, receba-o.” Mateus 19.12
“Quem tem o Espírito Santo é ‘castrado’ de sua vontade, dos seus sonhos, do seu futuro, orgulho. É inútil para o mundo e útil para Deus”, explica o Bispo, lembrando que isso que é passar pela “porta estreita” que a Palavra de Deus adverte.
O Bispo concluiu destacando que o que o servo de Deus tiver de passar pelo Reino dos Céus é válido. “Se você tem que passar vergonha, passe. Se você tiver que viver só por causa do Reino dos Céus, viva. Porque esse reino não tem preço. É tão valioso que Jesus veio para dar a própria vida  para que tivéssemos acesso a Ele”, finalizou.

Oferta viva diante de Deus

Para a missionária Ireni Emerenciano, da Igreja Vida Nova, da Bahia, entender que precisamos nos colocar como oferta diante do Senhor é a lição que vai levar dessa primeira palestra que assistiu. “Colocar-me diante de Deus como sacrifício vivo, pois em primeiro vem o Seu Reino e não as coisas materiais”, destacou a missionária.


Congresso Renovação reúne líderes evangélicos de diferentes denominações
  • Núbia Onara / Foto: Mídia FJU São Paulo 


reportar erro